Card image
Testes
Triumph Tiger 900 Rally vai além da sua imaginação

8 Minutos de leitura

  • Publicado: 28/11/2020
  • Por: Alexandre Nogueira

A família Tiger das motocicletas aventureiras da inglesa Triumph nasceu em 2011 e desde então faz muito sucesso e é uma referência na categoria das motos de vocação todo terreno.

A geração anterior, das Tiger 800, parecia perfeita, com excelente performance na estrada, e o bom desempenho ao se defender no uso fora de estrada ainda poderia melhorar, e os ingleses fizeram isso. Esta nova geração, que chega com o motor de 888 cm³, passou por uma mudança profunda, é uma nova motocicleta, totalmente reformulada e com ainda mais aptidão para o off-road.

Triumph Tiger 900 Rally: a nova arma inglesa para aventuras (Renato Durães)

Veja também:
Honda ADV, o “PCX aventureiro” chega ao Brasil
Yamaha YZF-R3 ABS é esportiva para o dia a dia
Red Week Ducati oferece descontos de até R$ 10 mil

A Tiger 900 Rally parece ser a jóia da casa, tem em seu DNA o off-road, prato cheio para quem curte aventura, tem rodas raiadas e aro de 21 polegadas na dianteira, e as versões Pro, tanto para a GT quanto para a Rally, apresentam melhores especificações nos equipamentos e eletrônica embarcada mais sofisticada para maximizar desempenho, conforto e a segurança do piloto em qualquer tocada.

Triumph Tiger 900 Rally: mais preparada para o fora de estrada (Divulgação)

As novas Tiger 900 são oferecidas em seis versões, a Tiger 900, que tem rodas de liga leve com aro dianteiro de 19″ e custa R$ 49.900, a Tiger 900 GT e a Tiger 900 GT Low, também com rodas de liga leve e aro dianteiro de 19″, porém mais recheadas de tecnologia voltada ao piloto e com preço de R$ 53.990, a versão GT Pro também com as rodas de liga leve, porém totalmente equipada e com a eletrônica embarcada mais elaborada e com diversos modos de pilotagem por R$ 61.990 e as versões mais aventureias Tiger 900 Rally e Rally Pro, equipadas com rodas raiadas com aros de alumínio que permitem uso de pneus sem câmara e com a dianteira de 21″ para enfrentar melhor os obstáculos do fora de estrada, e com a máxima tecnologia eletrônica embarcada com quatro modos de pilotagem, suspensões premium, freios ABS e controle de tração para curvas e manoplas aquecidas, com preços de R$ 56.990 para a Rally e R$ 63.990 para a Rally Pro, que traz ainda conectividade My Triumph no painel, quick shift, seis modos de pilotagem incluindo Off road Pro e o personalizável Rider, sistema de monitoramento dos pneus, bancos aquecidos e punhos retroiluminados.

Triumph Tiger 900 Rally: a nova frente é a identidade da Tiger 900 (Renato Durães)

A nova família Triumph Tiger 900 recebe um chassi reprojetado, com a estrutura em treliça de aço inoxidável tradicional, mais leve e ergonomicamente mais agradável, e o subquadro agora é de alumínio e parafusado, o que facilita a manutenção. O tanque de combustível aumentou, agora comporta 20 litros, está mais estreito no encaixe com o assento, e a distância do guidão e das pedaleiras foi otimizada para melhorar as condições de pilotagem em qualquer solicitação do uso. O peso diminuiu e está mais centrado e melhor distribuído, melhorando bastante a agilidade em baixa velocidade, por isso elas estão mais adequadas e fáceis de pilotar no fora de estrada mais severo também.

Triumph Tiger 900 Rally: novo projeto mantém forte caráter britânico (Divulgação)

Motor

O motor de três cilindros em linha, agora com 888 cm³, é mais avançado, mais potente, mais leve e mais eficiente, e a grande novidade do motor, além do aumento da capacidade volumétrica, é o novo virabrequim T-Plane, com ordem de explosão 1-3-2 em diferentes graus, configuração  fora do comum até então para a marca.

Triumph Tiger 900 Rally: novo motor é mais compacto (Divulgação)

É fato que a Triumph tem muito orgulho de seu três cilindros em linha, então o departamento de engenharia inglês desenvolveu este novo virabrequim T-plane, combinado com atualizações internas em todo o motor, pretendendo entregar maior torque nas baixas rotações, mantendo o caráter e a trilha sonora típica do tricilíndrico.

A força de propulsão é tão contagiosa e excitante quanto as novas notas musicais do motor e o ronco do escape. O motor está mais barulhento sim, e nota-se que ele está mais nervoso, mais arisco, você sente que a usina está pronta para atender qualquer solicitação do acelerador e pode enfrentar com maestria qualquer moto aventureira, e até algumas esportivas. O aumento de cilindrada veio para compensar a adequação da mistura para atender as novas normas Euro5, por isso a potência continua em 95,2 cv a 8.750 rpm, mas ela atua numa faixa mais ampla, e o torque teve ganho real de 10%, passando de 8,0 kgf.m em 7.500 rpm para 8,8 kgf.m em 7.250 rpm, puro prazer.

Suspensão e modos de condução

A Triumph monta componentes de alta qualidade na Tiger 900 Rally para ampliar a confiabilidade no fora de estrada, garfo Showa de 45 mm multiajustável manualmente e que oferece ótimos 240 mm de curso para a roda dianteira.

Triumph Tiger 900 Rally: bem a vontade no fora de estrada (Renato Durães)

Para garantir o bom desempenho na traseira da moto, um monoamortecedor Showa com ajuste da pré-carga e da velocidade do retorno oferece 230 mm de curso e se mostrou bem progressivo e competente no asfalto, mantendo a roda bem grudada no chão, e fora dele, garantindo excelente tração. A Tiger 900 GT tem suspensões Marzocchi com 180 mm e 170 de curso respectivamente na dianteira e traseira.

Triumph Tiger 900 Rally: suspensões multiajustáveis (Divulgação)

As rodas raiadas com aros de alumínio de 21 polegadas na dianteira e 17 na traseira vestem pneus de uso misto sem câmara e garantem equilíbrio para viagens no asfalto e nas estradas de terra, já na lama, os pneus mistos vão sofrer. O sistema de freios foi levado a sério e monta pinças radiais monobloco Brembo Stylema de quatro pistões, acionadas por uma bomba radial para morder os discos dianteiros de 320mm, enquanto uma pinça Brembo simples aciona o disco de 255 mm na traseira.

Triumph Tiger 900 Rally: performance excelente no asfalto (Renato Durães)

Controle de tração e ABS

No quesito auxílio ao piloto, a Triumph fez um ótimo trabalho para a Tiger 900 Rally, comtoda a eletrônica controlada por uma unidade de medição inercial IMU de seis eixos da Continental interligando ABS e Controle de Tração, que também inclui o modo específico Off-Road Pro, nesta versão.

O novo sistema ABS é otimizado para curvas e adapta o desempenho na frenagem com base nos parâmetros do ângulo de inclinação, velocidade das rodas. São três três modos padrão nos freios, Road, Off-Road e Off. O controle de tração segue o exemplo e tem cinco níveis de configurações disponíveis, Road, Rain, Off- -Road (e Pro), Sport e Off.

Triumph Tiger 900 Rally: posição de pilotagem neutra (Renato Durães)

Nesta versão são seis modos de pilotagem disponíveis que combinam o controle de tração e o ABS, alterando o mapeamento e as respostas do motor também. Rain, Road, Sport, Off-Road, Rider e Off-Road Pro, nesta opção são desativados o ABS e o controle de tração, e o mapa de aceleração é mais agressivo panara manter o motor mais animado para transpor obstáculos.

O painel TFT colorido de sete polegadas tem sistema de conectividade Bluetooth nos modelos Pro, para que você possa parear um telefone, intercomunicador e até sua Go Pro ao painel, permitindo acessar os dispositivos. Usando o aplicativo My Triumph para navegar a partir do seu smartphone, instruções direcionais serão exibidas, mas não há opção de mapa. Tudo operável, através dos controles montados no punho do guidão. A visualização da tela pode ser personalizada em quatro modos e cores diferentes com opção de alto contraste e fundo branco.

Triumph Tiger 900 Rally: painel TFT é show à parte (Divulgação)

A iluminação é toda por LED e inclui luz de posição diurna. Nos modelos Pro há piloto automático, manoplas e bancos aquecidas, tomada USB padrão e tomada de 12v. Conforto e Conveniência A Tiger 900 Rally Pro oferece ainda o câmbio rápido Triumph Shift Assist, punhos retroiluminados no guidão, faróis de neblina de LED, cavalete central, monitoramento de pressão dos pneus, barras de proteção do motor, placa de alumínio sob o motor, assentos aquecidos para piloto e garupa, mas a maior adição à Rally Pro é o modo de pilotagem Off-Road Pro.

Triumph Tiger 900 Rally: a nova identidade da linha Tiger 900 (Divulgação)

Ela não perdeu nada de sua herança e está significativamente mais leve que suas concorrentes e com um incrível padrão de características técnicas, ganhando equipamentos mais robustos e adequados para encarar qualquer jornada. Ela está mais funcional, ágil, dinâmica e com comportamento para enfrentar aventuras seja qual for o caminho, e se mostra como uma excelente opção premium para aqueles que gostam de desafios ou apenas querem ter o que há de mais moderno.

A nova Tiger 900 está realmente melhor e mais fácil de dominar

Esta versão Rally Pro que testei surpreendeu logo no primeiro contato e ao rodar pelas ruas, rodovias e trechos de terra, o forte motor se sobressai, com respostas vigorosas e um ronco excitantemente encantador, que te dá a certeza de muito poder.

Triumph Tiger 900 Rally: para ir além da imaginação (Renato Durães)

A posição de pilotagem é neutra, fácil de se sentir à vontade no cockpit, principalmente ao encarar o fora de estrada pilotando de pé sobre as pedaleiras. A agilidade e o conforto nas estradas de terra é notável e os controles eletrônicos são excelentes. Nesta versão Rally Pro eu diria que não falta nada, ela é capaz de alimentar seu ego e facilitar ir além do que se imagina.

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas redes sociais!
– Instagram – Facebook – YouTube – Twitter

Comentários