Card image
Testes
Triumph Street Twin, uma clássica raiz

5 Minutos de leitura

  • Publicado: 19/08/2020
  • Por: Ismael Baubeta

Não é de hoje o sucesso das motocicletas clássicas mundo afora, grande parte do sucesso e do interesse no segmento deve-se à Triumph, que se destaca há anos com relançamentos de motocicletas consagradas no passado, mas com muito mais apelo tecnológico. A marca inglesa oferece uma extensa linha de motos nesse estilo, a Street Twin é um bom exemplo.

Construída com a base da Bonneville T100, a Street Twin tem itens diferentes dos utilizados na T100, mesmo com a primeira emprestando-lhe boa parte dos componentes.

Triumph Street Twin
Estilo e conforto na moto de entrada no mundo das clássicas da Triumph (Renato Durães)

Veja também:
Triumph Scrambler 1200XC: Aventura à moda antiga
Nova Triumph Speed Triple é flagrada em teste
Royal Enfield pode lançar Scrambler de 650 cm³

Clássica contemporânea

A Street Twin segue linhas e soluções mais modernas, com mais peças em alumínio escovado e acabamento mais contemporâneo, onde se destacam as rodas de liga leve e os escapes tipo corneta em aço inox. Sua silhueta também é mais estreita graças ao tanque de 12 litros, 2,5 litros a menos de capacidade do que na T100.

A posição de pilotagem da Steet Twin é relaxada e confortável, o banco tem 760 mm até o chão, 30 mm mais baixo que na T100, isto facilita o apoio dos pés no chão e, suas pedaleiras ligeiramente mais recuadas, dão mais esportividade na posição de pilotagem.

Triumph Street Twin, uma clássica raiz
Boa posição de pilotagem ajuda na diversão e no conforto (Renato Durães)

O banco, apesar da camada de espuma parecer estreita é suficientemente cômodo, mas poderia ser mais generoso para poder rodar mais tempo sobre ele sem cansaço.

Triumph Street Twin, uma clássica raiz
O banco poderia ter uma camada mais generosa de espuma (Reanto Durães)

O painel tem mostrador único, redondo com velocímetro analógico, na parte inferior o painel digital, nele estão concentradas todas as demais informações. Já na T 100 são dois mostradores redondos, um com ponteiro de conta-giros e ou outro com o velocímetro, as demais informações são digitais.

Triumph Street Twin, uma clássica raiz

Dois cilindros paralelos

A configuração de motor compartilhada da Street Twin também segue a linha clássica dos dois cilindros paralelos, que marcaram época nos anos 1950, quando as Bonneville surgiram, logicamente que totalmente atualizados e carregados de tecnologia.

O motor desloca 900 cm³ de mistura, tem oito válvulas, comando SOHC e refrigeração líquida, a defasagem do virabrequim é de 270° e sua pegada é bem empolgante, já que os 8,15 kgf.m de torque estão totalmente disponíveis a baixas 3.800 rpm, os dois modos de pilotagem ajudam a ter diferentes respostas, de acordo com a preferência do piloto.

Triumph Street Twin, uma clássica raiz
Configuração de dois cilindros paralelos com defasagem de 270° garante boa pegada ao motor (Renato Durães)

Motor vigoroso

É bem autêntica a pegada do motor de dois cilindros, interessante, ele está sempre disposto, basta girar o punho para senti-lo empurrar forte e ter a sensação do corpo ser jogado para trás, o ronco rouco dos dois escapes entusiasma e o nível de vibração, embora esteja presente, não incomoda nada.

Para os mais afoitos, ou em caso de pavimento de menor aderência, os engenheiros ingleses instalaram controle de tração na Street Twin, que funciona como facilitador na tocada, mas pode ser desligado caso você curta mais emoção ou se garanta na habilidade do punho da direita. Tecnologia bem-vinda para todos, inclusive os mais experientes.

Triumph Street Twin, uma clássica raiz

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas redes sociais!
– Instagram – Facebook – YouTube – Twitter

A Street Twin tem câmbio de cinco velocidades e os engates são macios e precisos, você começa a acelerar, vai engatando marchas e o motor vai enchendo rapidamente, com volúpia, num piscar de olhos você já está em quinta a mais de 100 km/h, a sensação é boa. Não espere uma patada exagerada, mas sim empolgante e divertida.

A relação de marchas é mais longa que no câmbio de seis velocidades montado no motor de 1.200 cm³ da Bonneville T120, por isso a sexta não faz tanta falta na Street Twin, já que sua quinta é quase sem fim. A embreagem deslizante e assistida ajuda a não bloquear a roda traseira nas reduções mais severas de marcha.

Triumph Street Twin, uma clássica raiz
A Triumph Street Twin oferece elegância e estilo para rodar pela cidade (Renato Durães)

Dirigibilidade

A ciclística da Triumph Street Twin é bem resolvida. Assim como na Bonneville T100, o par de bengalas KYB de 41 mm de diâmetro é bastante rígido, mas permite um bom feeling da dianteira da moto, boa numa tocada esportiva, mas compromete um pouco o conforto em piso irregular.

Os dois amortecedores traseiros também tem boa progressividade e os 120 mm de curso (mesmo curso da dianteira) são suficientes para garantir boa absorção das pancadas vindas do solo, neles há regulagem na pré-carga das molas.

Triumph Street Twin, uma clássica raiz
Regulagem na pré-carga da mola nos amortecedores traseiros (Renato Durães)

Uma parte da energia do movimento das suspensões é passada para o piloto, por outro lado, a moto mantém boa estabilidade em curvas pela estrada, assim a diversão é constante.

Na tocada você percebe que a Street Twin é ágil, mas um pouco pesada para ser direcionada nas curvas e nas manobras de baixa velocidade. Seus pneus Pirelli Phantom Sportscomp, oferecem confiança para contornar as curvas, mas com certa discrição, já que seu perfil não é totalmente esportivo.

No quesito freios, a Street Twin, vem muito bem equipada, na dianteira o disco único de 310 mm é mordido energicamente pela pinça italiana de quatro pistões da Brembo, atrás o disco de 255 mm com pinça de pistão duplo, acompanha a pegada e ajuda na boa sensação de potência e dosagem dos freios.

A Street Twin é a clássica de entrada da Triumph com preço de tabela de R$ 42.790, não é uma moto barata, mas garante uma boa diversão e muito estilo. E, caso você queira uma Street Twin diferenciada, basta encomendar alguns dos mais de 150 acessórios oferecidos pela marca, para deixá-la do seu gosto.

[Fancy_Facebook_Comments_Pro language="pt_BR"]