Card image
Testes
Teste: Harley-Davidson Ultra Limited

8 Minutos de leitura

  • Publicado: 27/07/2014
  • Por: admin

<p><span style="line-height: 1.6em;">Nem mesmo os inconvenientes de pilotar sob muita chuva quase o tempo todo no molhado foram suficientes para ofuscar a curtição que é conduzir um “sofá sobre rodas” equipado com poderoso sistema de áudio, capaz de animá-lo até mesmo quando o mundo ao seu lado parece se preparar para chegada de Noé e sua arca. </span></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">Aliás, tido como um dos grandes destaques da nova Harley-Davidson Ultra Limited, o sistema de áudio, entretenimento e informações ganhou o adequado nome de Boom!, provavelmente uma referência a sua capacidade de tocar músicas tão alto quanto o dos carros dos "discretos" adoradores de funk.</span></p>

<p><img alt="" src="http://carroonline.terra.com.br/motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/Motociclismo Superteste Harley-Davidson Ultra Limited (13)_640x408.jpg" style="height: 319px; width: 500px;" /></p>

<p>Além do potente sistema de áudio, que conta com rádio, entrada USB e conexão com as músicas de seu celular via Bluetooth, o Boom! chama a atenção por sua grande tela colorida de 6,5 polegadas de alta resolução. O super útil sistema de GPS é fácil de operar, já que todos os comandos do navegador são do tipo touch, ou seja, funciona com um simples toque na tela, inclusive com luvas.</p>

<p>Segundo a Harley, esse é o primeiro equipamento do tipo presente em motocicletas fabricadas em série, que também inova pelo simples fato de ser capaz de reconhecer voz. Muito mais que "perfumaria" isso significa segurança na pilotagem, já que não precisamos desviar a atenção do tráfego para navegar pelo sistema. Ainda para controlar esses novos recursos, a Ultra ganhou novos e grandes punhos com botões multifunções.</p>

<p><img alt="" src="http://carroonline.terra.com.br/motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/Motociclismo Superteste Harley-Davidson Ultra Limited (11)_640x408.jpg" style="height: 319px; width: 500px;" /></p>

<p>Acostumarmo-nos às suas disposições vem com algumas horas de pilotagem, mas não antes que o condutor avance por engano as músicas em vez de acionar os piscas quando é preciso indicar uma conversão. A crítica ao novo equipamento capaz de tornar a pilotagem bem mais divertida, ficou apenas com relação a sua resistência a chuva. Na moto que testamos, a grande tela teve uma pequena infiltração de água, que lhe deu um aspecto embaçado e em algumas ocasiões a reprodução das músicas do pen drive parou, exigindo o completo desligamento da moto para que o sistema voltasse a tocá-las.</p>

<p>Também atribuímos à chuva a "gripe" contraída pela buzina. Primeiro ela ficou rouca, depois, simplesmente muda. Ainda que a chuva tenha sido torrencial e ininterrupta por quase todo o teste, não dá para negar que ficamos surpresos com o “medo de água” que a Ultra Limited demonstrou. Defeito exclusivo de "nossa" unidade? Não sabemos.</p>

<p><img alt="" src="http://carroonline.terra.com.br/motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/Motociclismo Superteste Harley-Davidson Ultra Limited (1)_640x408.jpg" style="height: 319px; width: 500px;" /></p>

<p>Por falar em água, esta Ultra Limited já é equipada com a mais nova geração de motores da marca de Milwaukee, cuja grande novidade é justamente a presença da água arrefecendo o cabeçote dos cilindros inclinados a 45° do V2, compondo assim um arrefecimento misto de ar e água. Diante de tal mudança, não só a perda de potência causada pela alta temperatura foi minimizada, mas também o incômodo proveniente do “bafo quente” nas pernas do condutor. Abrandado, sim, mas não extinto. No novo motor, que permanece com os mesmo 1 690 cm³ da versão anterior, as indesejáveis “batidas de pino” causadas pela pré-ignição em função do aquecimento excessivo não existem mais. Viva!</p>

<p><img alt="" src="http://carroonline.terra.com.br/motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/Motociclismo Superteste Harley-Davidson Ultra Limited (6)_640x408.jpg" style="height: 319px; width: 500px;" /></p>

<p>Porém, no que se refere ao comportamento, o novo V2 batizado de “Twin Cam 103 Output Twin Cooled” está diferente, mas não tanto quanto imagínavamos em relação ao “antigo” Twin Cam 103. É um motor que transmite robustez, mostra um funcionamento agradável e o torque segue abundante já em baixíssimas rotações. Seja apenas com o condutor ou com sua capacidade de carga no máximo levando bagagem e garupa força é algo que definitivamente a Ultra Limited tem de sobra. <span style="line-height: 1.6em;">São 10,75 kgf.m de torque máximo a apenas 3 960 rpm! </span></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">Em marcha lenta o novo V2 continua vibrando bastante, mas em velocidade de cruzeiro ele está sensivelmente mais suave. Os fãs mais fervorosos seguramente vão estranhar. Ah, um escape mais livre é item de necessidade básica nesta moto. O original "mata" muito do prazer que esse motor é capaz de entregar, tanto em desempenho quanto em sonoridade. Apesar de sua grande capacidade cúbica e do peso para lá de generoso (são 397 kg a seco!), seu consumo até que se mostrou razoavelmente bom. Na média geral de todos os trechos, ela fez 16,2 km/l, o que permite à Ultra rodar quase 370 km com seu tanque de 22,7 litros.</span></p>

<p><img alt="" src="http://carroonline.terra.com.br/motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/Motociclismo Superteste Harley-Davidson Ultra Limited (8)_640x408.jpg" style="height: 319px; width: 500px;" /></p>

<p>É bem verdade que as dimensões da Ultra Limited passam a impressão que se trata de uma máquina difícil de pilotar. No entanto, para nossa alegria e também a de quem sonha em um dia tê-la em sua garagem, essa simpática grandalhona se enquadra no dito “as aparências enganam”.</p>

<p>Graças à pouca altura do banco, até mesmo os pilotos mais baixos conseguem bom apoio dos pés no chão, o que é fundamental para manobrá-la com segurança. Obviamente que bom senso também ajuda, afinal, há situações que é melhor serem evitadas até mesmo por motociclistas mais experientes, como, por exemplo, fazer uma manobra de conversão em uma ladeira íngreme.</p>

<p><img alt="" src="http://carroonline.terra.com.br/motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/Motociclismo Superteste Harley-Davidson Ultra Limited (2)_640x408.jpg" style="height: 319px; width: 500px;" /></p>

<p>A falta de mobilidade no trânsito deixa claro que o modelo não combina com o uso urbano, pois no anda e para do dos grandes centros ela cansa, e bastante. Quando sai da imobilidade e ganha velocidade, a Ultra se mostra bem mais dócil do que sua aparência pode sugerir. Prova disso é o seu desempenho em trechos sinuosos de nosso roteiro, uma das surpresas neste teste.</p>

<p>Obviamente que dentro de sua proposta, esta touring se mostrou não só capaz de mudar de direção de forma rápida – qualidade bem-vinda para se fugir de buracos ou mesmo de outros veículos – com também se saiu bem em curvas. Nelas, os fatores limitantes foram obviamente o apoio lateral e a pedaleira do lado direito. No entanto, até que ambos raspassem no chão, foi possível incliná-la o suficiente para contornar curvas de alta velocidade bem acima do que seria prudente para não ganharmos alguns pontos na carteira.</p>

<p>Claro que esta gigante não apresenta a mesma estabilidade de modelos esportivos, mas ela é sólida, e os primeiros sintomas de instabilidade — na traseira — só se fazem notar quando estamos realmente abusando. Um comportamento dinâmico mais do que digno para uma motocicleta cuja principal orientação é passear, e não fazer curvas de forma rápida.</p>

<p><img alt="" src="http://carroonline.terra.com.br/motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/Motociclismo Superteste Harley-Davidson Ultra Limited (12)_640x408.jpg" style="height: 319px; width: 500px;" /></p>

<p>A Ultra Limited 2014 já incorpora a filosofia do “Projeto Rushmore”, que nada mais é do que a participação direta dos consumidores da marca no desenvolvimento de suas motos, opinando e sugerindo. Por conta disso, foi possível perceber no modelo testado que as várias pequenas mudanças surtiram um grande efeito de modo geral. <span style="line-height: 1.6em;">Dessa lista de alterações, chamou a atenção a eficiência do sistema de iluminação, tanto na dianteira quanto na traseira. </span></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">Os faróis de LED batizados de Daymaker fizeram toda a diferença quando cruzamos as curvas do litoral norte de São Paulo, em meio à escuridão total e à chuva incessante. Na traseira, além da lanterna tradicional, a Ultra conta com iluminação e luz de freio também em LED no top-case traseiro, tornando-a muito mais visível na pilotagem noturna. Mais pontos a favor da segurança.</span></p>

<p><img alt="" src="http://carroonline.terra.com.br/motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/Motociclismo Superteste Harley-Davidson Ultra Limited (7)_640x408.jpg" style="height: 319px; width: 500px;" /></p>

<p>Por falar em segurança, um novo sistema de freio também é um destaque do modelo 2014 desta touring de sotaque americano. Novas pinças de freio melhoraram muito o tato e deram à nova Ultra um maior poder de frenagem. Levando em consideração seu peso em ordem de marcha mais o do piloto, garupa e bagagem a Ultra beira os 600 kg, por isso, freios mais potentes e com sistema ABS, são mais que providenciais, são uma benção!</p>

<p>Outra coisa é que esta Rushmore  está mais confortável do que nunca — tanto para quem a pilota quanto para quem viaja na garupa. A ergonomia foi melhorada, e a posição de pilotagem é impecável. Os bem desenhados e confortáveis assentos acomodam com perfeição seus ocupantes e merecem uma menção honrosa. Aquecedor de manoplas, computador de bordo, piloto automático e um painel bastante completo e legível tornam mais agradáveis os quilômetros ao guidão da Ultra Limited.</p>

<p>O espaço destinado ao garupa cresceu para todos os lados, e o controle de volume e intercomunicador foi reposicionado na lateral direita do assento, permitindo que, agora, o passageiro possa manuseá-los com o braço repousado. Ainda falando de comodidades, é impossível falar do modelo mais completo da Harley-Davidson sem mencionar o amplo espaço para bagagem e a nova carenagem frontal. Os saddlebags laterais, o top-case, ou, se você preferir, baús laterais e superior, foram revistos não só para ganhar uma capacidade ligeiramente maior, mas principalmente para tornar o acesso à bagagem mais fácil, já que o novo sistema para abri-los está bem mais prático.</p>

<p><img alt="" src="http://carroonline.terra.com.br/motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/harley davidson ultra limited_640x408.jpg" style="height: 319px; width: 500px;" /></p>

<p>A grande "asa de morcego" frontal oferece uma ótima proteção contra o vento, ainda que a falta de regulagem do para-brisa seja quase inaceitável em uma moto como esta. Com os novos dutos frontais, a passagem de ar foi otimizada (o que é excelente em dias quentes), e a turbulência foi substancialmente reduzida. Com todo esse pacote que a Ultra oferece, as dores que comumente aparecem após 200 km de viagem em uma moto "comum", só deram o ar da graça quando 900 km do teste já tinham ficado para trás… Junto com a chuva.</p>

<p>A Ultra Limited encanta e é, mais que justificado, o sonho sobre duas rodas de muita gente, um sonho  caro, um sonho que, nesta versão 2014, custa R$ 81 900, mas um sonho confortável e divertido o suficiente para fazer com que as distâncias pareçam mais curtas do que realmente são.</p>

<p><img alt="" src="http://carroonline.terra.com.br/motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/Motociclismo Superteste Harley-Davidson Ultra Limited (18)_640x408.jpg" style="height: 319px; width: 500px;" /></p>

<p><strong>Conclusão</strong> (por Laner Azevedo, colaborador da MOTOCICLISMO)</p>

<p>De modo geral, a nova Harley-Davidson Ultra Limited nos agradou, afinal, ela cumpre o que promete. A renovada touring da marca de Milwaukee traz evoluções significativas em relação a sua antecessora e, seguramente, agradará também o consumidor brasileiro. Trate-se de uma motocicleta bastante confortável, garantindo ao seu dono não só prazer ao pilotar, como inegável status… Aliás, onde quer que ela passe, atrai os olhares.</p>

<p>Alguns detalhes, como a infiltração de água na tela de LCD, a "morte" da buzina, a quebra do apoio lateral ou até mesmo uma repentina perda de carga na bateria, ofuscaram o brilho da Ultra durante a  viagem-teste. Afinal, quem paga mais de<br />
R$ 80 000 por uma motocicleta não espera que esse tipo de coisa ocorra.</p>

<p><img alt="" src="http://carroonline.terra.com.br/motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/Motociclismo Superteste Harley-Davidson Ultra Limited (5)_640x408.jpg" style="height: 319px; width: 500px;" /></p>

Conteúdo Recomendado

Comentários