Card image
Testes
Motocicleta sem frescura: Comparativo Naked

1 Minuto de leitura

  • Publicado: 06/06/2008
  • Por: admin

<p>As naked talvez sejam a categoria que melhor represente pura e simplesmente a palavra motocicleta. Sem recorrer a recursos mirabolantes, fazem questão de deixar os músculos à mostra e não têm a intenção de "filtrar" nenhuma sensação. Ao comando de qualquer uma delas, o piloto interage intimimante com tudo o que acontece ao seu redor… e entre suas pernas. Sem bolha contra o vento, carenagens aerodinâmicas, sistema de som, manoplas aquecidas ou um painel repleto de recursos, as naked estão aí para satisfazer o motociclista que valoriza, acima de tudo, o prazer de pilotar de cara para o vento.</p>

<p> Apesar da recente invasão de novas marcas e modelos, o segmento específico das naked acima de 500 cm³ continua sem muitas opções para quem não pode, ou não quer, pagar mais de R$ 50 000 em uma moto. Então, para que você possa conhecer um pouco melhor as últimas novidades e saber como se comportam frente às rivais, reunimos cinco tetracilíndricas naked divididas em duas categorias: as grandes (Honda CB 1300 SF e a renovada Suzuki Bandit 1250) e as "seiscentas" (incluindo a nova e moderníssima Hornet, a reformulada Bandit 650, da Suzuki, e a bela Yamaha FZ6 N). Depois de ler este comparativo e encontrar a moto ideal para você, compare os preços praticados se pretende fechar negócio.</p>

<p>Ligamos para algumas concessionárias em São Paulo como um consumidor comum, e os melhores preços que encontramos foram os seguintes: Suzuki Bandit 650 por R$ 30 800, Honda Hornet, R$ 32 000 (sem ABS) ou R$ 34 500 (com ABS), e Yamaha FZ6 N a R$ 34 000. Entre as grandes, encontramos Honda CB 1300 por R$ 39 000 e Suzuki Bandit 1250 por R$ 36 500. Um aspecto lamentável, mas que não podemos esquecer: dependendo da cidade onde mora, não esqueça de incluir o preço de um seguro na conta.</p>

<p>Confira o Comparativo Naked completo na edição nº 126 da MOTOCICLISMO MAGAZINE, já nas bancas.</p>