Card image
Testes
Kawasaki Z900 é ágil na cidade e muito divertida na estrada

4 Minutos de leitura

  • Publicado: 03/07/2021
  • Atualizado: 05/07/2021 às 8:31
  • Por: Alexandre Nogueira

A nova Kawasaki Z900 2021 chega renovada e com eletrônica embarcada atualizada, com aptidões de sobra para dar sequência ao legado emocionante da família Z. O visual foi levemente lapidado acentuando o estilo Sugomi da Kawasaki e todo sistema de iluminação agora utiliza LED.

A Kawasaki melhorou esta Z no que tange a ciclística, com um chassi que utiliza a mesma tecnologia de fabricação da H2, mais rígido e com nova ancoragem da balança, e também ganhou o aparato tecnológico que lhe faltava, como modos de pilotagem, controle de tração, painel em TFT com interface para celular, iluminação total LED e um design moderno e agressivo, seu preço? R$ 52.990.

Texto: Alexandre Nogueira
Fotos: Renato Durães

Veja também:
Uma café racer para iniciantes: conheça a Mitt 301 Legend
Vipal tem novidades
em sua linha de pneus
Honda trabalha em novo airbag para motos

O Z900 usa a conhecida configuração de quatro cilindros em linha derivada da Z800 e Z1000, adotando corpos de injeção 2 mm menores e um escapamento 4X1 redesenhado para capacitar a usina a entregar 125 cv de potência a 9.500 rpm e 10,1 kgf.m de torque a 7.700 rpm, tornando a Kawasaki Z900 uma moto poderosa na categoria com peso total de 212 kg em ordem de marcha.

A Z900 permite muita diversão em trajetos sinuosos.

A leveza e alta agilidade do conjunto vêm graças ao novo chassis em treliça de aço de alta tensão que utiliza as técnicas aperfeiçoadas de construção adotadas na Ninja H2. O motor faz parte da estrutura deste chassi, que pesa apenas 13,5 kg, sem contar a balança bilateral em alumínio que pesa apenas 3,9 kg.

Ambiciosamente mais tecnológica, a nova Z900 2021 chega equipada com o Kawasaki Traction Control KTRC, que disponibiliza 3 modos de acordo com as habilidades do piloto ou o desempenho desejado. O pacote de auxílio ao piloto agrega também o Controle de Entrega de Potência Power Mode, que podem ser combinados através do Riding Mode, disponibilizando quatro opções de escolha: Sport, Road, Rain e o Rider que pode ser personalizado conforme as preferências do piloto.

A  Z900 vem equipada com um painel TFT com conexão Bluetooth que se conecta com seu smartphone. A tela de 4,3 polegadas permite escolher entre 2 cores de fundo com 3 níveis de luminosidade cada e fácil visualização das informações de bordo, como velocímetro e conta giros digitais, indicador de marcha, shift light na barra de rpm que muda de cor e fica toda laranja, indicando o momento para a troca de marcha, nível de combustível, hodômetro total e 2 parciais, consumo de combustível instantâneo e previsão de distância na reserva, velocidade média, tempo total, relógio, temperatura do líquido de arrefecimento, voltagem da bateria, lembrete da agenda de manutenção, de troca de óleo, indicadores dos sistemas atuantes (Riding Mode, KTRC, ABS), notificação de e-mail e chamadas do smartphone, Bluetooth e indicador de modo ECO.

A suspensão da Z900 é composta de um garfo invertido de 41 mm e um monoamortecedor traseiro horizontal, ambos com ajuste de pré-carga de mola e velocidade do retorno. Na configuração original de fábrica, achei que a Z900 é uma boa mistura entre esportividade e conforto, com suporte mais do que suficiente para permitir muita diversão para fazer curvas sem comprometer o corpo do piloto. Ela vem equipada com os bons pneus Dunlop Sportmax Roadsport 2 montados em aros de 17 polegadas.

A Kawasaki Z900 tem uma ergonomia ereta e confortável para rodar muitos quilômetros e também permite uma tocada esportiva com pêndulo nas curvas de alta. Eu diria que no quesito usabilidade urbana a Kawasaki é muito competente, as suspensões têm comportamento bastante amigável para rodar no asfalto ruim de nossas cidades, embora o perfil puxe para a esportividade, elas têm boa firmeza para uso rodoviário, ampliando a confiança para dar diversão numa tocada mais esportiva por estradas e trajetos sinuosos.

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas mídias sociais!
– 
Instagram – Facebook – YouTube – Twitter

A Kawasaki Z900 vem de série com assistência eletrônica ABS para as pinças dianteiras de quatro pistões casadas com discos de 300 mm e para a pinça traseira que trabalha com um disco de 250 mm. Sem sombra de dúvidas, a nova Kawasaki Z900 é umas das motos urbana mais interessantes da atualidade. Eu quero uma de qualquer cor!

Conteúdo Recomendado

Comentários