Card image
Testes
Dafra lança Citycom HD 300 para encarar Yamaha XMAX

4 Minutos de leitura

  • Publicado: 06/03/2020
  • Atualizado: 26/03/2020 às 12:09
  • Por: Ismael Baubeta

A Dafra apresentou o novo scooter Citycom HD 300, aumentando seu line-up e passando a contar com dois concorrentes contra a chegada do Yamaha XMAX ABS. E após o teste de primeiras impressões, fica a dica: quem está interessado em comprar um scooter de média cilindrada tem bons motivos para fazer um test ride e conhecer a novidade.

A base mecânica do Citycom HD 300 é a mesma do Citycom que está à venda no país. São dez anos de história do scooter que foi o primeiro de média cilindrada da Dafra a chegar por aqui, agradou e se tornou líder em vendas.

Ismael Baubeta testa Dafra Citycom HD 300
Citycom HD 300 é a aposta da Dafra contra a chegada do XMAX (Divulgação)

Veja também:
Yamaha XMAX tem preço justo e surpreende na pilotagem
Honda Biz 125: ideal para quem busca mais mobilidade
MOTOCICLISMO 266: veja destaques desta edição

Semelhanças

O chassi é o mesmo, somente com as alterações necessárias para instalar as novas carenagens e algumas alterações, como colocar a bateria no escudo frontal, para ganhar mais espaço sob o banco (agora com 38 litros, na Citycom são 30) e o farol de LED instalado no guidão, ele também não tem para-brisas. O Citycom HD 300 é 13 quilos mais leve que a versão que está à venda.

Ismael Baubeta testa Dafra Citycom HD 300
Modelo chega às lojas Dafra a partir de 9 de março (Divulgação)

Segundo a Dafra, o motor, apesar de ser o mesmo, recebeu pequenas alterações que fazem o torque máximo de 2,6 kgf.m aparecer 500 rpm mais cedo, na Citycom HD 300 chega a 6.000 rpm. As rodas mantêm o diâmetro de 16 polegadas, assim como as medidas dos pneus, 110/70-16 na dianteira e 130/70-16 atrás. A mudança está na quantidade e no design dos raios que na HD 300 são dez e tem linhas curvas.

O sistema de freios também foi compartilhado, um generoso disco de 287 mm na dianteira e atrás um disco de 260 mm, ambas com pinça de dois pistões e assistidos por ABS. O Citycom HD 300 também ganhou uma tomada USB de carregamento rápido no porta-luvas do escudo frontal.

Na prática

O porte do HD 300 é menor que o do Citycom S, por ser mais estreito, principalmente na parte da frente do banco, colocar os pés no chão é mais fácil que no Citycom, mas o banco é espaçoso e o conjunto tem boa ergonomia, mesmo para caras com 1,8 m como eu. O assoalho tem espaço mais limitado e não permite muita mobilidade para os pés.

O teste teve suas limitações por ter sido feito no kartódromo, que tem asfalto muito bom, totalmente diferente da condição de nossas ruas, mesmo assim pudemos ter boas primeiras impressões da Citycom HD 300. As respostas do motor são boas, os 13 quilos a menos e o novo ajuste do motor fazem parecer que este bem mais esperto, principalmente nas arrancadas, embora as curtas retas do kartódromo não permitissem ultrapassar os 90 km/h no painel.

Ismael Baubeta testa Dafra Citycom HD 300
Ele é 13 quilos mais leve do que o Citycom da geração anterior (Divulgação)

As suspensões me pareceram bem rígidas e transmitiram bom feeling para contornar as curvas do travado circuito, o que nesta situação foi bom, mas talvez, nas lunáticas ruas das cidades possam comprometer parte do conforto. O sistema de freio também teve funcionamento muito bom, permitindo frenagens fortes bem próximas das curvas. O sistema tem bom tato e a pegada é progressiva sem muita variação durante as frenagens. O ABS também mostrou bom funcionamento no asfalto abrasivo da pista.

O Citycom HD 300 parece competente e deixou uma boa impressão. Segundo a Dafra, chega às lojas na próxima segunda-feira, 9 de março, por R$ 21.490 (com frete e dois anos de garantia) e vai complementar a gama de produtos da marca, que segue com o Citycom S 300i CBS como opção mais barata, por R$ 18.490. São duas opções de cores, para o HD 300: preto e cinza foscos.

Ismael Baubeta responde algumas perguntas que leitores enviaram pelo Instagram (@motociclismo_br):

Citycom HD 300 ou NMAX ABS?
São bem diferentes e ainda não os comparamos, mas o HD 300 é mais esguio e um pouco mais ágil, enquanto o XMAX ABS tem maior nível de conforto. Vale fazer um ride com ambos antes da compra.

Citycom HD 300 tem farol com novo design
Detalhe do farol, que conta com novo desenho (Divulgação)

Como as suspensões se comportam com garupa?
As suspensões pareceram bastante rígidas e com garupa, tivemos que provocar alguns solavancos nas zebras da pista, nestes casos a pancada foi forte e houve transferência de boa parte da energia para as costas do garupa.

O Dafra Citycom HD 300 chega em duas opções de cores: cinza fosco… (Divulgação)

Anda mais que o XMAX?
Sim, o CItycom S já tem velocidade final melhor que a do Yamaha XMAX. O HD 300, por ser 13 quilos mais leve, deve ser ainda melhor.

… e preto fosco (Divulgação)

Qual é o consumo?
O consumo não deve ficar muito longe do que o Citycom faz. Andando na boa pode chegar bem próximo dos 30 km/l.

E o para-brisa?
Inicialmente o Citycom HD 300 não terá, mas a Dafra pretende trazer futuramente. Será vendido como acessório.