Card image
Testes
Conheça a Speed Triple R, a supernaked da Triumph

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 29/07/2016
  • Por: admin

<p>No Brasil, a Triumph tem demonstrado força abrindo novas concessionárias e apresentando uma série de lançamentos importantes.</p>

<p>Depois da linha Tiger 800 e da família Bonneville, agora a Triumph aplicou melhorias — e a mesma “injeção” de eletrônica embarcada — na Tiger Explorer, que chegou às concessionárias em julho, nas versões XR e XCx, além da <strong>nova Speed Triple R</strong> (R$ 59 500). <strong>Aqui você confere nossas impressões da supernaked inglesa</strong> d<span style="line-height: 1.6em;">o primeiro contato, realizado no circuito do Haras Tuiuti, no interior de São Paulo.</span></p>

<p><img alt="Triumph Speed Triple R, modelo 2016" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/motociclismo_triumph_speed_triple_r_2016_2_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /><span style="line-height: 1.6em;">A nova Speed Triple R é um belo exemplo de que as aparências enganam! A poderosa naked da Triumph teve o visual (que nos agrada) mantido propositalmente e recebeu uma série de melhorias que resultaram em grande ganho no desempenho e agilidade.</span></p>

<p>A nova geração do motor tricilíndrico de 1 050 cm³ conta com exatas 104 modificações, se comparada à anterior, gerando mais potência e torque em toda faixa de rotação, o que reduz até 10% o consumo de combustível, de acordo com a marca, que declara ganho de 5 cv de potência, totalizando 140 cv.</p>

<p><img alt="Ela é uma naked, mas com ciclística e desempenho dignos de uma esportiva" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/motociclismo_triumph_speed_triple_r_2016_4_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>As melhorias no motor incluem nova câmara de combustão, cabeçote, virabrequim, pistão e corpo do acelerador, que troca o cabo de aço por eletrônica (ride by wire).</p>

<p>Entre as modificações estão embreagem deslizante, radiador mais eficiente e novo escapamento. O freio ABS, assim como o controle de tração, podem ser desativados e não comprometem o prazer da pilotagem.</p>

<p><img alt="Para segurar os 140 cv de potência, ela tem grandes discos, pinças Brembo radiais e ABS" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/motociclismo_triumph_speed_triple_r_2016_5_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>A Speed Triple R tem nova unidade eletrônica de controle (ECU) com mapas de aceleração selecionáveis que dão a opção de ajustar a moto ao seu gosto nos cinco modos de pilotagem: Road (estrada), Rain (chuva), Sport (esportivo), Track (pista) e o novo Rider (piloto), que permite configurar a moto para melhorar seu uso de acordo com as condições da estrada ou do clima. <iframe allowfullscreen="" frameborder="0" height="349" src="https://www.youtube.com/embed/8UMRqS-Zbdw" width="620"></iframe><span style="line-height: 1.6em;"> </span><br />
<span style="line-height: 1.6em;">Basicamente, é alterado nesses modos o nível de ação do freio ABS e controle de tração. O Rain é mais intrusivo, e o Track, o mais livre, exige domínio de técnicas de pilotagem para quem busca o máximo dela nesse modo. O farol duplo, marca do design da Speed Triple, ganhou luz de posição diurna em LED.</span></p>

<p>O chassi também é novo, e o design da rabeta foi inspirado na esportiva Daytona 675R, com o assento bipartido. Com as modificações, o entre-eixos está 20 mm menor, melhorando a agilidade.</p>

<p><img alt="A Speed Triple R é bem compacta. Os retrovisores fixos os extremos do guidão dão charme. A traseira, é inspirada nas esportivas" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/motociclismo_triumph_speed_triple_r_2016_3_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>Na Speed Triple, o paralama dianteiro é de fibra de carbono, assim como o acabamento nas laterais do tanque – o que garante menor peso e maior durabilidade. As eficientes suspensões Öhlins são ajustáveis e contribuem para a excelente ciclística e capacidade de fazer curvas. O modelo está disponível nas cores grafite ou branca.</p>

<p><img alt="Para quem gosta de track days, a Speed Triple R garante doses de adrenalina com seu desempenho esportivo" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/motociclismo_triumph_speed_triple_r_2016_7_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>Uma dúvida que ficou após o primeiro contato foi: <strong>Por que a Triumph ainda não colocou carenagem integral nesse empolgante conjunto? </strong></p>

<p><strong>Ficha Técnica</strong></p>

<p><strong>Motor:</strong> tricilíndrico, arrefecido a líquido, DOHC, 12 válvulas, com câmbio de 6 velocidades<br />
<span style="line-height: 1.6em;"><strong>Cilindrada:</strong> 1 050 cm³ </span><br />
<span style="line-height: 1.6em;"><strong>Potência máxima:</strong> 140 cv a 9 500 rpm</span><br />
<span style="line-height: 1.6em;"><strong>Torque máximo: </strong>11,42 kgf.m a 7 850 rpm </span><br />
<span style="line-height: 1.6em;"><strong>Diâmetro x curso do pistão: </strong>79 mm x 71,4 mm </span><br />
<span style="line-height: 1.6em;"><strong>Taxa de compressão: </strong>12,25:1 </span><br />
<span style="line-height: 1.6em;"><strong>Quadro:</strong> Feixe de alumínio twin-spar</span><br />
<span style="line-height: 1.6em;"><strong>Cáster: </strong>22,9° </span><br />
<span style="line-height: 1.6em;"><strong>Trail: </strong>91,3 mm </span><br />
<span style="line-height: 1.6em;"><strong>Suspensão dianteira: </strong>Telescópica invertida Öhlins, </span><span style="line-height: 1.6em;">com 120 mm de curso, </span><span style="line-height: 1.6em;">com ajuste de compressão e retorno </span><br />
<span style="line-height: 1.6em;"><strong>Suspensão traseira: </strong>Monoamortecedor Öhlins, </span><span style="line-height: 1.6em;">com curso de 130 mm, </span><span style="line-height: 1.6em;">com ajuste de compressão e retorno</span><br />
<span style="line-height: 1.6em;"><strong>Freio dianteiro:</strong> Dois discos de 320 mm, </span><span style="line-height: 1.6em;">pinças radiais Brembo de 4 pistões (ABS) </span><br />
<span style="line-height: 1.6em;"><strong>Freio traseiro: </strong>Disco de 255 mm, </span><span style="line-height: 1.6em;">pinça Nissin de 2 pistões (ABS) </span><br />
<span style="line-height: 1.6em;"><strong>Modelo do pneu:</strong> Pirelli Diablo Rosso II </span><br />
<span style="line-height: 1.6em;"><strong>Pneu dianteiro:</strong> 120/70 – 17" </span><br />
<span style="line-height: 1.6em;"><strong>Pneu traseiro:</strong> 190/55 – 17"<br />
<strong>Comprimento:</strong> 2075 mm<br />
<strong>Largura: </strong>780 mm<br />
<strong>Entre-eixos: </strong>1445 mm </span><br />
<span style="line-height: 1.6em;"><strong>Altura do assento:</strong> 825 mm<br />
<strong>Tanque: </strong>15,5 litros<br />
<strong>Peso seco:</strong> 192 kg</span></p>

<p><strong>O que achou da nova Speed Triple R?</strong> Deixe sua opinião nos comentários.</p>

Conteúdo Recomendado

Comentários