Card image
Notícias
Yamaha Fazer FZ25 ABS 2022 chega renovada e ainda melhor

5 Minutos de leitura

  • Publicado: 29/07/2021
  • Por: Alexandre Nogueira

A Yamaha Fazer FZ25 ABS chega de cara nova para 2022. Após receber uma completa reestilização no final de 2017, a nova Fazer FZ25 ABS chega para representar todo o pioneirismo que a Yamaha traz ao segmento de motocicletas urbanas e, assim, continuar seu caminho de sucesso no mercado brasileiro das motos de média cilindrada.

O maior apelo da Fazer 250 quando foi lançada em 2005 foi o inédito sistema de injeção eletrônica de combustível para uma moto equipada com motor de 250 cm³. Nesses 16 anos, já foram vendidas aproximadamente 390 mil unidades do modelo que foi o primeiro da categoria a trazer injeção eletrônica, e logo depois a tecnologia Flex de combustível. A Fazer 250 ABS também foi a primeira moto da categoria a ser equipada com sistema de freios ABS de série nas duas rodas. Atualmente, é a motocicleta com freios ABS mais vendida do Brasil!

Veja também:
Renovada, Honda Africa Twin é nova referência do segmento
Ducati Streetfighter V4 chega em versão “SP” para 2022
Japoneses idealizam rodinhas para Harley-Davidson

Já tivemos a oportunidade de experimentar a novidade e as qualidades que conquistaram a admiração dos motociclistas ficam ainda mais evidentes, como a notável agilidade, a pilotagem confortável e com uma pitada de esportividade, e sobretudo, a confiabilidade mecânica do consagrado motor.

As mudanças estéticas na nova Fazer 250 são apenas a remodelação da carenagem frontal, os novos grafismos e as novas cores, que reforçam seu visual agressivo e esportivo dando à moto uma silhueta mais arrojada e futurista O novo conjunto óptico impressiona pela beleza e arrojo, e principalmente pela eficiência. Ele conta com o DRL em LED, cuja sigla significa Daytime Running Light, em português luz de rodagem diurna, deixando a motocicleta mais visível durante o dia. Vale lembrar que a “Lei do Farol Baixo” (Lei nº 13.290/2016), que exige que todos os veículos transitem em rodovias estaduais e federais com o farol baixo ligado durante o dia e à noite, considera que o DRL substitui o uso do farol baixo.

O farol é de última geração, bifuncional, com luz baixa e luz alta projetadas num único projetor de LED de alta performance, e logo ao primeiro contato no passeio durante a noite o novo farol se mostra mais eficiente, oferecendo maior amplitude de luminosidade, já que os fachos de luz do farol baixo e do alto, são mais homogêneos e abrangentes, iluminando uma área bem maior na frente da motocicleta. A lanterna traseira também é inteiramente em LED, mas as setas ainda usam lâmpadas convencionais.

O painel é totalmente digital e o destaque fica por conta dos novos indicadores de consumo instantâneo e médio. Outras funções disponíveis são o velocímetro, o hodômetro total e dois parciais (trip-1 e trip-2) e “Fuel Trip”, relógio, tacômetro de fácil leitura e também as luzes indicadoras de setas, farol alto, marcha neutra e alerta de motor e do sistema Blueflex.

O novo chassi mudou completamente e é ele o maior responsável pelos 4 kg a menos no peso total da Fazer 250. Antes do tipo berço duplo, agora ele é do tipo diamante, com o motor fazendo parte da estrutura. Fabricado em tubos de aço, as mudanças no chassi procuraram melhorar a resistência e a rigidez do conjunto, bem como maior precisão na tocada.

As suspensões melhoraram o conforto. Na dianteira o garfo telescópico com tubos de 41 mm de diâmetro (na geração anterior eram de 37 mm) agora tem 130 mm de curso (antes com 120 mm) e na traseira o amortecedor único tem agora sete posições de ajuste para a pré-carga da mola. As rodas de liga leve agora tem 10 raios e também estão mais largas, passando de 2,15 para 2,5 polegadas na dianteira, e de 3,0 polegadas na traseira, para 4,0. Os pneus são os Pirelli Sport Demon medida 100/80-17 na dianteira, e na traseira 140/70-17. O sistema de freios é composto por um disco de 282 mm e uma pinça de duplo pistão na frente, e um disco de 220mm com pinça de duplo pistão na traseira, garantindo frenagens potentes e seguras e em curtos espaços. Destaque é o sistema de freios ABS nas duas rodas como item de série.

O motor que equipa a Fazer 250 é o consagrado monocilíndrico de arrefecimento misto (ar e óleo) com 249,5 cm³ e com duas válvulas acionadas por comando simples no cabeçote SOHC (Single Over Head Camshaft). Este motor gera 21,3 cv abastecido com gasolina e 21,5 cv abastecido com etanol, ambos atingidos a 8.000 rpm. O torque de 2,1 kgf.m a 6.500 rpm é o mesmo para ambos os combustíveis. Outro detalhe que ajuda nesse desempenho positivo do motor é o sistema de injeção que segue o padrão de motos de alta cilindrada, com injetor de 10 furos. Ela segue como o preciso e bem escalonado câmbio de 5 marchas. O consumo na cidade é de 30 km/l em média, e o tanque de combustível comporta 14 litros, sendo 3,2 l de reserva.

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas mídias sociais!
– 
Instagram – Facebook – YouTube – Twitter

A Fazer FZ25 ABS chega com três opções de cores, o clássico azul metálico Racing Blue da marca, o vermelho metálico Magma Red e o preto fosco Matt Black, e estará disponível nos Concessionários Yamaha a partir da segunda quinzena de agosto de 2021, ao preço público sugerido de R$18.990,00 + frete (exceto estado de São Paulo).

Conteúdo Recomendado

Comentários