Card image
Notícias
Yamaha atualiza a Fazer 250

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 20/07/2015
  • Por: admin

<p> Apresentada ao público brasileiro no Salão Duas Rodas de 2005, a Yamaha Fazer 250 inovou ao trazer pela primeira vez um motor alimentado com injeção eletrônica no segmento de 250 cm³ no Brasil. Em 2009 ganhou uma grande atualização estética, em 2012, foi a primeira moto com motor flex da categoria, e agora ganha nova atualização no design do modelo 2016. Entre as novidades, novo painel, novo tanque com tampa de combustível fixa, novas carenagens laterais e do farol, que deixaram a Fazer 250 mais atrativa, moderna.</p>

<p><img alt="Yamaha Fazer 250, modelo 2016" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/motociclismo_yamaha_fazer_250_nova_2016_9_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">Assim como na Ténéré 250, a chave tem novo desenho e a mesa do guidão está com nome da família Fazer gravado. Já na traseira, nenhuma novidade, com a traseira se mantendo afilada, com lanterna em LED. Agora, o motor oferecido será apenas o flex. Quanto as cores, a Fazer 250 está com novas cores azul e vermelha, além das opções branca e preta com cinza fosco. O modelo estará disponível na rede de concessionárias da marca a partir da segunda quinzena de agosto, com preço sugerido de R$ 13 620.</span></p>

<p><img alt="Tampa fixa — igual a já usada na Ténéré 250 — e apenas motorização flex para 2016" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/motociclismo_yamaha_fazer_250_nova_2016_5_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>O novo painel é todo digital, com iluminação de fundo branca, em LED, é o mesmo disponível na Ténéré 250 e na Lander 250, com o indicador ECO, que indica quando aceso, que o motor está trabalhando em um regime mais eficiente, econômico, baseado em na rotação do motor, velocidade e posição da borboleta. Quanto mais tempo você conduzir com esta lâmpada acesa, melhor será a média de consumo. Além disso, é completo, com conta-giros em barra — que assim como na Ténéré 250, será alvo de críticas dos fãs do conta-giros analógico — <span style="line-height: 1.6em;">velocímetro e hodômetro total, com dois parciais, além do “Fuel Trip” (de reserva de combustível), que começa a contar a quilometragem percorrida utilizando a reserva de combustível do tanque e relógio.</span></p>

<p><img alt="Assim como na Ténéré 250 e na Lander 250, a Fazer 250 ganhou novo painel, todo digital" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/motociclismo_yamaha_fazer_250_nova_2016_11_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">Além do indicador ECO, continua presente a conhecida luz BlueFlex que quando acesa de maneira permanente, indica que o Sistema Yamaha de Segurança entrou em funcionamento. Nessa situação, o condutor deverá aguardar que a luz BlueFlex se apague para engatar uma marcha. Caso o mesmo engate uma marcha com a indicadora acesa, o motor será desligado automaticamente pelo sistema. O propósito deste sistema é evitar que você saia pilotando a moto com o motor falhando, garantindo uma pilotagem prazerosa.</span></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">O coração da Fazer 250 é um monocilíndrico de 249,45 cm³ com comando simples no cabeçote (OHC) e de arrefecimento misto, uma vez que conta com o auxílio de um radiador de óleo. O motor com pistão forjado e cilindro revestido de cerâmica dispersiva de calor e é capaz de gerar até 20,7 cv quando alimentado com gasolina e 20,9 cv com etanol, ambos atingidos a 8 000 rpm. O torque máximo, por sua vez, é de 2,10 kgf.m com etanol e 2,09 kgf.m com gasolina, disponíveis a 6 500 giros.</span></p>

<p><img alt="A principal mudança visual na Fazer 250 foram as carenagens laterais, mais detalhadas e esportivas" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/motociclismo_yamaha_fazer_250_nova_2016_3_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">Montada sobre um chassi do tipo berço duplo feito em aço, a Fazer 250 traz um conjunto ciclístico equilibrado e eficaz, com sistema de freio a disco nas duas rodas — ainda sem ABS, nem freio combinado — sendo o dianteiro com 282 mm de diâmetro e o traseiro com 220 mm de diâmetro. O modelo traz suspensão dianteira com garfo telescópico e curso de 120 mm e suspensão traseira com balança tipo Monocross com link e curso da roda de 120 mm. Já o assento em dois níveis, acomoda bem piloto e o passageiro, que conta ainda com o auxílio das pedaleiras retráteis nas laterais e da alça de apoio na extremidade da rabeta. </span></p>

<p><img alt="Azul é a cor da Yamaha, e a Fazer 250 ganhou esta (bela) opção de pintura" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/motociclismo_yamaha_fazer_250_nova_2016_2_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>O que achou da atualização da Yamaha Fazer 250? Deixe sua opinião!</p>

Conteúdo Recomendado

Comentários