Notícias
  • 17/10/2019
Yamaha apresenta linha 2020 da MT-125 na Europa

A Yamaha apresentou a nova versão da MT-125 na Europa, a “caçulinha” da linha Master of Torque, com visual semelhante ao da irmã maior MT-03, que teve sua nova versão exibida no velho continente no início do mês de outubro.

Vista de longe, a pequena MT-125 pode ser facilmente confundida com uma de suas irmãs maiores. A Yamaha optou por continuar com as formas usadas em toda a linha, com um design que inspira esportividade e agilidade. O farol é igual o da reformulada MT-03, com duas lentes e um canhão de LED na parte inferior. O painel de instrumentos da pequena naked é 100% digital.

Veja também:
Kawasaki apresenta nova Z H2 no fim do mês
Comparativo naked: CB 650F x Z650 x SV 650 x MT-07
Honda CB 250F Twister 2020 parte de R$ 14.490

No aspecto mecânico, a Yamaha MT-125 2020 incorpora embreagem assistiza, câmbio de seis marchas e motor de 125 cc atualizado com sistema de válvulas de distribuição variável. O propulsor rende 15 cv de potência máxima a 9.000 rpm e 1,16 kgfm de torque a 8.000 rpm.

O tanque de combustível tem capacidade para 10 litros. A suspensão e os freios não tiveram alterações em relação à versão anterior, permanecendo o garfo invertido de 41 mm e disco de 292 mm na dianteira. Na traseira, braço oscilante e disco de 220 mm.

A carroceria se concentrou na área frontal da moto e ao redor do novo chassi Deltabox que foi herdado de sua irmã esportiva, a YZF-R125. Com isso, ela ficou mais curta do que sua versão anterior. Seu acabamento é harmonioso, com elementos bem encaixados e sem a sensação de que existem adesivos aplicados nela.

Ela estará disponível na Europa a partir de dezembro nas cores Ice Fluo, Icon Blue e Midnight Black. Seus preços ainda não foram divulgados e não há informações sobre a chegada da pequena naked da marca dos três diapasões ao Brasil. Mas certamente ela seria muito bem-vinda por aqui.