Card image
Notícias
Vendas de motocicletas caem no primeiro semestre

1 Minuto de leitura

  • Publicado: 11/07/2012
  • Por: admin

A dificuldade na obten&ccedil;&atilde;o do cr&eacute;dito para financiamento de motocicletas neste ano fez o setor de duas recuar no primeiro semestre de 2012. Segundo dados da Abraciclo, entidade que representa as fabricantes nacionais, as vendas no atacado nos primeiros seis meses do ano ca&iacute;ram 13% com rela&ccedil;&atilde;o a igual per&iacute;odo do ano passado, para 897 252 unidades. S&oacute; em junho foram comercializadas 138 835 motos, baixa de 8,2% na compara&ccedil;&atilde;o com o &uacute;ltimo m&ecirc;s de maio.<br /><br />De acordo com Marcos Fermanian, presidente da Abraciclo, os financiamentos que antes representavam 52% das vendas do setor, hoje s&atilde;o respons&aacute;veis por 46% dos neg&oacute;cios. E as vendas &agrave; vista, embora tenham crescido, n&atilde;o foram suficientes para equalizar a queda. &ldquo;A cada dez pessoas que solicitam o financiamento, apenas duas t&ecirc;m a ficha aprovada, o que &eacute; pouco. O ideal para a recupera&ccedil;&atilde;o do setor seria ter tr&ecirc;s ou quatro&rdquo;.<br /><br />Para solucionar o problema Fermanian disse que a Abraciclo tem se reunido com as institui&ccedil;&otilde;es financeiras para entender melhor esse momento e propor alternativas. &ldquo;Ap&oacute;s os di&aacute;logos notamos que, entre outras coisas, &eacute; preciso aumentar a qualidade do preenchimento das propostas e ainda estabelecer uma pessoa respons&aacute;vel pelo cr&eacute;dito dentro das concession&aacute;rias&rdquo;.<br /><br />Com a diminui&ccedil;&atilde;o nos volumes de neg&oacute;cio, naturalmente a produ&ccedil;&atilde;o tamb&eacute;m caiu. No primeiro semestre sa&iacute;ram das f&aacute;bricas 967 901 unidades, retra&ccedil;&atilde;o de 10% sobre o mesmo per&iacute;odo do ano anterior. No confronto entre junho e maio, a diminui&ccedil;&atilde;o &eacute; ainda maior: 18%. S&oacute; as exporta&ccedil;&otilde;es apresentaram n&uacute;meros no azul. No acumulado do ano, quando foram enviados ao mercado externo 48 380 motocicletas, a alta foi de 48,8%.<br /><br />As estimativas para 2012 tamb&eacute;m est&atilde;o no vermelho. Segundo o presidente da associa&ccedil;&atilde;o, as vendas e a produ&ccedil;&atilde;o de motocicletas devem ficar entre 10 e 15% menores com rela&ccedil;&atilde;o a 2011.&nbsp;

Conteúdo Recomendado

Comentários