Card image
Notícias
Veja duas propostas retrô para a Triumph Trident

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 29/12/2020
  • Por: Willian Teixeira

O nome Trident é icônico para a Triumph, visto que ele já foi usado em duas gerações diferentes de motocicletas e volta em 2021 para dar nome a nova naked média da Casa de Hinckley.

Na primeira “encarnação” do nome Trident, ele batizou uma motocicleta do final dos anos 1960, que também era conhecida como Rocket 3 foi concebida sob a marca BSA. Ela tinha tinha um motor de três cilindros e 740 cm³ e há quem diga que, se ela tivesse sido lançada poucos anos antes, teria feito mais sucesso do que a famosa Honda CB 750.

A Triumph Trident da década de 1960
Primeira geração da Triumph Trident (Arquivo)

Já em sua segunda passagem, o nome Trident foi usado em uma moto do começo dos anos 1990, na época em que a Triumph retomou suas atividades, lançando uma naked de visual esportivo e também dotada de um três cilindros com versões de 750 cm³ e 900 cm³. Tempos depois houve o lançamento da Speed Triple, em 1994, o que fez com que ela perdesse espaço no line-up da marca inglesa.

A esportiva Triumph Trident 900 dos anos 1990
Triumph Trident 900 (Arquivo)

Veja também:
Moto Guzzi V7 fica mais forte na linha 2021
Ducati Scrambler Icon, performance com muito estilo
Triumph Street Scrambler surpreende no fora de estrada

A nova geração da Trident chega em 2021 como a mais nova aposta da Triumph para o segmento roadster, trazendo design minimalista, alta tecnologia e um novo motor de três cilindros e 660 cm³ capaz de entregar potência máxima de 81 cv em 10.250 rpm e 6.52 kgf.m de torque em 6.250 giros. Saiba mais detalhes sobre ela clicando aqui.

Triumph Trident chega às lojas europeias no início de 2021 (Divulgação)

E pensando nessa nova versão da moto da Triumph e em seu elo com o passado, o designer italiano Oberdan Bezzi elaborou duas possíveis versões para a nova Trident: BK Concept e Slippery Sam Concept. A primeira traz as características de uma esportiva dos anos 1970, com rodas raiadas, escape 3 em 1 e guidão esportivo, além da pintura azul e da placa com o número 11 no mesmo tom da moto que Bepi Koelliker usou para vencer os 500 Km de Monza.

Triumph Trident BK Concept (Reprodução/Oberdan Bezzi)

Já a segunda é uma homenagem a Slippery Sam, uma das mais famosas motos de corrida da Triumph. Ela tem esse apelido por causa de sua participação no Bol d’Or em 1970, quando o pneu traseiro sofreu com vazamentos de óleo nas curvas. Apesar do contratempo, ela terminou a prova na 5ª colocação. Mas a fama veio nos anos seguintes, quando ela obteve cinco vitórias seguidas no lendário TT da Ilha de Man entre 1971 e 1975.

Triumph Trident Slippery Sam (Reprodução/Oberdan Bezzi)

Gostaram das propostas de Oberdan Bezzi? Para ver outros trabalhos do designer italiano é só clicar aqui. Qual delas vocês gostariam de ver em produção? Deixe sua opinião nos comentários!

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas redes sociais!
– Instagram – Facebook – YouTube – Twitter

Comentários