Card image
Notícias
Triumph Tiger 900 é revelada na Europa

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 04/12/2019
  • Atualizado: 05/12/2019 às 10:10
  • Por: Willian Teixeira

A Triumph revelou na Europa a nova Tiger 900, gama de motocicletas big trail que substitui a linha 800 em 2020. Além da Standard, foram apresentadas as versões GT, GT Pro, que junto com a primeira são mais voltadas para uso nas estradas, e Rally e Rally Pro, com uma pegada mais off-road,  totalizando cinco novos modelos. Ela era aguardada para o EICMA e já tinha sido vista em testes, mas não foi apresentada no tradicional salão italiano.

A novidade tem como uma de suas principais mudanças o motor de três cilindros, que é o mesmo em todas as versões e sobe para 888 cm³. Ele conta com refrigeração líquida, 12 válvulas com duplo comando e é totalmente compatível com a norma Euro5. O chassi de treliça também teve modificações, enquanto o peso está 5 kg menor em relação ao modelo anterior.

Triumph Tiger 900 chega em cinco versões: Standard, GT, GT Pro, Rally e Rally Pro (Divulgação)

Veja também:
Triumph leva Rocket 3 e Street Triple RS ao SDR 2019
Conheça os vencedores do Moto de Ouro 2019
EICMA 2019: veja novidades da BMW e da Triumph

A potência é de 95 cv, a mesma da Tiger 800, mas agora o pico é atingido antes, aos 8.750 rpm contra os 9.500 giros da antecessora. De acordo com informações da marca, o torque máximo é de 8.87 kgf.m a 7.250 rpm, contra 8.05 a 8.000 rpm na Tiger 800. O tanque de combustível tem capacidade para 20 litros, um a mais do que a geração anterior.

Versão Standard estará disponível nas lojas europeias em março de 2020 (Divulgaçao)

A versão mais simples é a Standard. Ela é equipada com suspensões Marzocchi e traz apenas ajuste de pré-carga traseira. Os modos de pilotagem são reduzidos a apenas duas opções, e seu painel, que é em TFT para todas as versões, é de apenas 5 polegadas. Todos os outros modelos da gama trazem telas de 7 polegadas, central IMU (que monitora a inclinação da moto para o ABS e o controle de tração), além de controle de cruzeiro e manoplas aquecidas de série.

As GT e GT Pro, que são mais indicadas para uso no asfalto, chegam com rodas de liga, suspensões Marzocchi como na Standard, só que com aprimoramentos como garfo invertido na dianteira com 45 mm de diâmetro e curso de 180 mm, além de ajustes de compressão e retorno. Na traseira, o ajuste é eletrônico.

Versões Rally e Rally Pro

Já as versões Rally e Rally pro recebem rodas raiadas, suspensões Showa. O garfo dianteiro invertido também tem 45 mm, mas conta com regulagens de pré-carga, compressão e curso de 240 mm. Na traseira , o curso é de 230 mm e também há ajustes de pré-carga e retorno.

Todas as versões contam com iluminação em LED e pinças Brembo Stylema nos freios. Os discos dianteiros são de 320 mm, enquanto na traseira são de 255 mm. As on-road chegam com rodas de 19 polegadas na dianteira e 17 na traseira, enquanto as off-road são equipadas com rodas 21″ na frente e 17″ atrás.

A primeira delas a chegar aos revendedores do velho continente é a Standard, prevista para março de 2020. Ela vai custar 11.700 euros algo em torno de R$ 54.500 em conversão direta. Ainda não há estimativa para sua aparição ao Brasil. Mas serão muito bem-vindas por aqui.