Card image
Notícias
Triumph bate recorde de vendas no Brasil em 2019

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 21/01/2020
  • Por: Willian Teixeira

As vendas da Triumph no mercado brasileiro se mantiveram em expansão em 2019, fazendo com que a casa de Hinckley superasse pela primeira vez a marca das 5 mil unidades comercializadas no país. No período foram emplacadas 5.231 motocicletas, um crescimento de 21% em relação ao volume vendido em 2018. Esse percentual é bem superior ao crescimento do mercado brasileiro de motos acima de 500 cc, que foi de 16% no ano passado. Para 2020, a meta da Triumph é se aproximar da marca das 6 mil motos vendidas.

Segundo Renato Fabrini, Diretor-Geral da Triumph no Brasil, a marca tem planos para manter esse crescimento, como um novo programa de financiamento que será lançado ao longo do ano, além de quatro novos modelos que vão chegar ao país. Duas delas foram apresentadas no Salão Duas Rodas: a Street Triple RS e a Rocket 3, que teve 103 unidades comercializadas na pré-venda durante o evento, realizado em novembro em São Paulo.

Triumph Tiger 800
Tiger 800 é a moto mais vendida da Triumph no Brasil (Divulgação)

Veja também:
Triumph Speed Twin: Uma clássica de pegada divertida
KTM 790 Adventure: feita para curtir aventuras
BMW R 1250 GS: máxima tecnologia alemã

De acordo com a Triumph, a produção na fábrica de Manaus, que completou sete anos de operação no final de 2019, vai atingir a marca de 30 mil motos neste início de 2020. Vale lembrar que 100% das motos vendidas no Brasil é montada em Manaus, o que comprova a confiança da marca no mercado brasileiro. Outro dado que chama atenção no resultado da Triumph para 2019 é seu market share no país.

A marca inglesa obteve uma participação de 14,1% nas vendas de motos de seu segmento (acima de 500 cc), considerando o volume de modelos efetivamente emplacados (5.231 unidades). Em todo o mundo esse número perde apenas para o market share da empresa na Inglaterra, que foi de 15,9%. A terceira colocada é a França, que registrou 8,9%, percentual bem abaixo do Brasil. “A aceitação da marca Triumph e a sua notoriedade no mercado brasileiro são realmente surpreendentes, mas, principalmente, são resultado de um trabalho duro e criativo de toda a nossa rede de Concessionários”, acrescenta Fabrini.

Triumph Rocket 3
Rocket 3, uma das novidades da marca para o mercado brasileiro (Divulgação)

A motocicleta Triumph mais vendida no Brasil em 2019 foi a Tiger 800, com 2.835 unidades. O segmento Adventure, das Big Trails Tiger 800 e 1200, segue liderando com folga as vendas da empresa no País, respondendo por 75% do volume total no varejo, seguido pelas Clássicas, com 20%, e Roadsters, com 5%.

O Brasil é um case de sucesso entre todas as subsidiárias Triumph em todo o mundo quando o assunto é o segmento Adventure. “Proporcionalmente, somos o País que vende mais motocicletas da linha Tiger no planeta. Enquanto no Brasil, essas motos respondem por 75% dos nossos resultados, nas demais subsidiárias da Triumph a média é de 24%”, destaca Fabrini.

Renato Fabrini, Diretor-Geral da Triumph no Brasil
Renato Fabrini, Diretor-Geral da Triumph no Brasil (Divulgação)

O serviço de Pós-Vendas também é considerado um diferencial importante, que contribui efetivamente com as vendas de novos modelos. Nessa área, uma novidade importante, lançada no final do ano passado, é a nova Garantia Estendida Triumph. O plano é administrado pela empresa Car Care Plan Brasil, o mesmo provedor das garantias Triumph globalmente. “Nosso objetivo é aumentar a segurança dos nossos clientes e dar mais tranquilidade para eles com relação aos futuros reparos da sua motocicleta. Trata-se uma proteção mecânica muito similar à garantia de fábrica e que contribuirá diretamente com a valorização da moto usada Triumph no momento da troca”, explica Cláudio Peruche, gerente de Pós-Vendas da Triumph.