Card image
Notícias
Suzuki Hayabusa 2020 chega com novas cores e grafismos

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 04/09/2019
  • Atualizado: 04/09/2019 às 9:29
  • Por: Alexandre Nogueira

Rumores indicavam que a poderosa Hayabusa, uma das motocicletas mais importantes dos últimos 20 anos, sairia de linha porque seu motor não consegue atender às novas e mais rigorosas normas anti poluição do EURO5. Tanto que a Suzuki deixou de comercializar a Hayabusa na Europa no final de 2018. Por isso, todos imaginavam que a história da motocicleta de produção em série mais veloz do mundo havia chegado ao fim.

Mas, discretamente, a Suzuki dos Estados Unidos apresentou o que é possivelmente a última versão da célebre Hayabusa 1340, em versão 2020, apenas com novas cores e grafismos.

Talvez a última versão da Suzuki Hayabusa: monocromáticas (Digulgação)

Veja também:
Ducati inicia produção e vendas da Panigale V4 S no Brasil
Teste: Kawasaki Ninja H2 SX mescla conforto e adrenalina
Honda GL 1800 Gold Wing: De boa no asfalto

A Hayabusa surgiu em 1999 com um motor de quatro cilindros em linha de 1300 cm³ capaz de entregar 175 cavalos de potência e mais de 14 kgf.m de torque para empurrar um conjunto de apenas 215 kg. A invocada esportiva da Suzuki é capaz de atingir 135 km/h de primeira marcha, 185 km/h de segunda, 230 de terceira, e por aí vai até superar a barreira dos 300 km/h em sexta e última marcha. Sua única remodelação veio em 2008, com um motor de 1340 cm³ e 197 cavalos de potência para voltar a reinar na disputa da moto mais rápida, agora frente às Kawasaki ZX 12R e ZZR 1400 e a Honda CBR 1100XX Superblackbird.

Mesmo após mais de 20 anos de sua concepção, a Suzuki Hayabusa 1340 continua a ser uma motocicleta atual em termos de performance, comportamento e conforto, uma verdadeira sport touring rainha das estradas.

Suzuki Hayabusa 1340 2020 cinza (Divulgação)

Por isso um modelo 2020 foi anunciado oficialmente nos Estados Unidos apenas com as novas cores vermelha Candy Daring Red e cinza Metallic Thunder Grey, com o grafismo Kanji monocromático, enfatizando as curvas do corpo do falcão peregrino. Ela vai custar 14.700 dólares nos Estados Unidos.

Suzuki Hayabusa 1340 2020 vermelha (Divulgação)

Sabemos que em 2020 a Suzuki comemora os 100 anos de sua antecessora, a Suzuki Loom Co. Ltda, que em 1954 foi renomeada Suzuki Motor Co. Ltda e depois em 1990 foi renomeada Suzuki Co. Ltda, então esperamos que um protótipo da nova geração da Hayabusa seja apresentado para as comemorações do centenário. O presidente da Suzuki, Sr. Mizuhara, já fez declarações dizendo que uma nova máquina para bater o recorde de velocidade já está em desenvolvimento.

Imagens da possível nova geração da Hayabusa (Divulgação)

Hayabusa significa falcão peregrino em japonês e ela é a ave de rapina mais veloz do mundo, atingindo 160 km/h no vôo e até 320 km/l no mergulho para caçar. Nome bem sugestivo para a motocicleta que foi criada para superar a barreira dos 300 km/h. Atualmente, as únicas duas motocicletas comercializadas capazes de superar a Suzuki Hayabusa são a novíssima Ducati Panigale V4 e a Kawasaki Ninja H2 que tem um motor turbo charger.