Card image
Notícias
Suzuki GSX-R 125: a menor esportiva da família

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 27/05/2020
  • Por: Alexandre Nogueira

A Casa de Hamamatsu acaba de lançar exclusivamente para o Japão, a pequenina esportiva Suzuki GSX-R125, que é a menor da família e tem como referência a irmã superesportiva de quatro cilindros GSX-R 1000R. Muitos questionam qual é a razão de ter uma esportiva de 125 cilindradas se já existe a GSX-R150, e o motivo é que a 125 atende às leis de trânsito de alguns países que permitem a molecada de 16 anos de idade pilotar essas pequenas máquinas com um limite estipulado de potência máxima, onde as 150 não atendem as limitações dessa categoria.

Veja também:
MotoGP: Jack Miller assina com a Ducati para 2021
Vídeo: veja novos teasers da Kawasaki Ninja ZX-25R
Yamaha patenteia no Brasil novas MT-03 e Fazer 250

A Suzuki GSX-R 125 é equipada com um motor monocilíndrico DOHC de 124 cm³ e quatro válvulas, com refrigeração líquida e injeção eletrônica de combustível. Produz 15 cv de potência a 10.000 rpm e 1,2 kgf.m de torque a 8.000 rpm, associados a uma transmissão de seis velocidades. Fato que mostra suas intenções esportivas é o seu peso total de apenas 134 kg.

O design é muito semelhante ao das irmãs maiores da família GSX-R e desta forma, também é equipada com iluminação total LED. O painel de instrumentos é totalmente digital com velocímetro, contagiros com escala em barras, odômetros, indicador de combustível, indicador de marcha, relógio e alertas de serviço. Detalhe interessante é que a pequena GSX-R 125 é equipada com um sistema de partida fácil, como muitos outros modelos Suzuki, que aumentam sutilmente a rotação ao liberar a embreagem na primeira marcha.

O chassi é de aço e conta com um garfo telescópico na frente e um monoamortecedor na traseira. Disco de freio único nas duas rodas, auxiliados pelo ABS de canal duplo. Os pneus de perfil esportivo são montados em rodas de liga leve de 17 polegadas com banda de 90 mm na dianteira e 130 mm na traseira.

Naturalmente, a GSX-R 125 também tem sua versão naked, a GSX-S 125, com especificações bem semelhantes, exceto o peso mais baixo pela falta de carenagem e o guidão mais alto que proporciona uma posição de pilotagem mais ereta.

A Suzuki GSX-R 125 estará disponível primeiramente para o Japão e por lá ela já é conhecida pela molecada como “Veneno em uma pequena garrafa”. E você, concorda que as pequenas esportivas incentivam a molecada na motovelocidade, para formar futuros campeões do mundo?