Card image
Notícias
Seat apresenta scooter e patinetes elétricos

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 18/06/2020
  • Atualizado: 19/06/2020 às 9:16
  • Por: Willian Teixeira

Uma das marcas do Grupo Volkswagen que produz veículos, principalmente carros, para o mercado europeu, a Seat apresentou uma linha de veículos elétricos voltada a mobilidade urbana, composta por um scooter e dois patinetes.

De acordo com o site britânico Motorcycle News, o scooter MÓ eScooter 125 é a primeira motocicleta produzida na história da Seat. Ela vem com um motor de 9 kW instalado em sua roda traseira, capaz de render 12 cv de potência máxima e torque de 24 kgf.m. Ele possui três modos de pilotagem: City, Sport e Eco.

Veja também:
Italjet lança versão exclusiva do scooter Dragster
Startup brasileira, Voltz desenvolve scooter elétrico
Em alta, scooters ganham lubrificante exclusivo

O Seat MÓ eScooter 125 é capaz de atingir velocidade máxima de 95 km/h, e sua bateria, que pode ser removida para que a recarga seja efetuada, tem autonomia para rodar até 125 quilômetros. A marca pretende disponibilizar baterias adicionais para que seus usuários possam trocá-las durante o trajeto, permitindo que façam viagens um pouco mais longas.

Abaixo do assento há um compartimento que tem capacidade para armazenar dois capacetes, portas USB para recarregar dispositivos móveis e rastreador que poderá será acompanhado via aplicativo de celular. O MÓ eScooter 125 será oferecido nas cores vermelha, preta e branca.

Já os patinetes da Seat são da linha eKickScooter, com os modelos 65 e 25. Os dois alcançam velocidade máxima de 19 km/h, sendo que o primeiro tem autonomia para rodar 65 quilômetros, enquanto o segundo roda 25 quilômetros com uma única recarga. A bateria do 65 leva seis horas para ser totalmente recarregada, enquanto a do 25 fica completa em três horas e meia, segundo a fabricante.

Inicialmente, os produtos serão comercializados apenas na Europa, e terão como foco empresas do segmento de compartilhamento de veículos, além de consumidores comuns. Vamos acompanhar, na expectativa do Grupo Volkswagen comercializar essa linha em nosso país.