Card image
Notícias
S 1000 R flagrada em testes: BMW renova sua naked

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 16/07/2020
  • Por: Ismael Baubeta

Mais um flagrante, desta vez com a BMW S 1000 R, mostra que o segmento das supernakeds ou streetfighters vai bombar nos próximos anos.

Ao que tudo indica, o período pós-pandemia fez alguns dos mais importantes fabricantes de motocicletas, como BMW, Ducati e Triumph, colocarem seus novos produtos à prova, para alegria dos espiões internacionais (e dos fãs de motos, sempre ávidos por novidades).

BMW S 1000 R
Farol da S 1000 R tem formato do utilizado na F 900 R (Foto: MCN)

Veja também:
Nova Triumph Speed Triple é flagrada em teste
MV Agusta Brutale 1000, a definição perfeita de streetfighter
Honda prepara CBR 400RR para combater Ninja ZX-25R

Desta vez foi a BMW que colocou sua renovada naked musculosa, a S 1000 R, no foco das lentes de portais internacionais como Motorrad e MCN. Coincidência ou não, parece que o piloto é o mesmo que apareceu testando a Triumph Speed Triple, cujo flagra noticiamos em MOTOCICLISMO ONLINE no último final de semana, o que sugere que as imagens da nova BMW podem ter sido feitas em testes de homologação das motos.

De qualquer forma o que importa é a moto e o que podemos identificar de novidades nas fotos do novo modelo e, pelo visto, parece que os alemães decidiram mesclar elementos de algumas de suas motos.

A S 1000 R flagrada tem nova balança traseira e ponteira é igual à da S 1000 XR
(Foto: Motorrad)

Da superesportiva S 1000 RR ela recebe o motor de quatro cilindros, mas resta saber se os 207 cv de potência máxima serão “amansados”,  afinal, a naked alemã deve concorrer com as poderosas Ducati Streetfighter V4 (208 cv), MV Agusta Brutale 1000RR (208 cv), Aprilia Tuono V4 (175 cv) além da própria Triumph Speed Triple.

Outros componentes parecem ter sido aproveitados de outras motos da família BMW, o farol tem o formato do que é utilizado na F 900 R e a ponteira de escape é a mesma da S 1000 XR lançada a poucos meses na Europa.

Traseira da moto segue padrão minimalista (Foto: MCN)

O chassi de dupla trave em alumínio parece ter mudado assim como a balança da suspensão traseira foi remodelada. Por fim, uma pequena bolha parece oferecer o mínimo de proteção aerodinâmica, protegendo o painel (tipo tablet) em TFT.

A nova BMW S 1000 R continua com design agressivo e os alemães devem melhorar ainda mais seu desempenho. A chapa vai esquentar em um dos segmentos motociclísticos mais divertidos, o das supernaked ou streetfighter, como quiser.

Agora é esperar para ver quando a pandemia vai deixar que s marcas tragam todas essas novidades para o Brasil.

Conteúdo Recomendado

Comentários