Card image
Notícias
Royal Enfield planeja produzir motos de alta cilindrada

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 31/08/2018
  • Por: Carlos Bazela

Royal Enfield, alta cilindrada. Já planeja motos de alta cilindrada, Continental GT, Centro Tecnológico, Chennai, Índia, Reino Unido, Leicestershire, EICMA, Salão de Milão, Salão de Motos de Milão, Interceptor 650, motor, novo motor, motor bicilíndrico, motor 650, Continental GT 650, Brasil, UKTC, KTM, Triumph, Ducati, BMW

Enquanto marcas como a BMW, KTM e até a Ducati estão com os olhos voltados para o segmento de baixa cilindrada pensando no mercado do Sudeste asiático, a anglo-indiana Royal Enfiled está indo do lado oposto. De acordo com o portal indiano IndiaCarNews, a marca está atualmente desenvolvendo novos modelos em quatro plataformas: J, P, Q e K, sendo as duas últimas para motos entre 600 e 700 cm³ e de 900 cm³ para cima, respectivamente.

Na última edição do EICMA, o Salão de Motos de Milão, a Royal apresentou a café racer Continental GT 650 – que deve substituir a atual de 535 cm³ – e a Interceptor 650. As duas motos são equipadas com o mesmo propulsor bicilíndrico de 648 cm³ OHC de arrefecimento misto de ar e óleo, cuja potência é de 47 cv e o torque de 5,3 kgf.m em rotações ainda não declaradas. As motos devem chegar ao mercado internacional ainda em 2018. Então, ao que tudo indica, o motor recém-desenvolvido pela Royal é capaz de ir além das 650 cilindradas.

Royal Enfield, alta cilindrada. Já planeja motos de alta cilindrada, Continental GT, Centro Tecnológico, Chennai, Índia, Reino Unido, Leicestershire, EICMA, Salão de Milão, Salão de Motos de Milão, Interceptor 650, motor, novo motor, motor bicilíndrico, motor 650, Continental GT 650, Brasil, UKTC, KTM, Triumph, Ducati, BMW

Veja também:
Royal Enfield está trabalhando em moto elétrica
Royal Enfield Himalayan já está no Brasil
Em Milão, Royal Enfield revela motor e duas motos inéditas

Aliás, tanto a nova Continental GT quanto a Interceptor são ótimas candidatas a receber o novo propulsor de 900 cm³ para medir forças com as Triumph Street Twin e Street Cup, que foi descontinuada no Brasil. Indo pela lógica de mercado e para peitar as europeias, outra moto no qual um motor maior se encaixaria bem é a Himalayan, que deve aterrissar no Brasil em breve, por conta da sua proposta aventureira.

Além dos modelos de alta cilindrada, o presidente da marca Rudratej Singh, já confirmou que a Royal Enfield também está desenvolvendo um modelo elétrico. “Nós estamos trabalhando em uma plataforma elétrica para atualizar a ideia do motociclismo puro”, disse. Será que todas essas novidades já estarão em algum dos salões que teremos agora, no fim do ano?

Royal Enfield, alta cilindrada. Já planeja motos de alta cilindrada, Continental GT, Centro Tecnológico, Chennai, Índia, Reino Unido, Leicestershire, EICMA, Salão de Milão, Salão de Motos de Milão, Interceptor 650, motor, novo motor, motor bicilíndrico, motor 650, Continental GT 650, Brasil, UKTC, KTM, Triumph, Ducati, BMW

Conteúdo Recomendado

Comentários