Card image
Notícias
Roubo de motos: será que não tem solução?

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 17/12/2010
  • Por: admin

Depois da pol&iacute;cia ocupar as favelas da Vila Cruzeiro e do Alem&atilde;o, no Rio de Janeiro, caiu o roubo de ve&iacute;culos em 63%! Al&eacute;m disso, foram recuperadas mais de 430 motocicletas no Complexo do Alem&atilde;o. Isso nos deu uma grande esperan&ccedil;a, pois percebemos que a atua&ccedil;&atilde;o das Pol&iacute;cias Civil e Militar, al&eacute;m da ajuda das For&ccedil;as Armadas, desbaratou uma enorme &quot;junta&quot; de criminosos que atuavam nesta &aacute;rea. Com certeza, a for&ccedil;a do poder p&uacute;blico ainda &eacute; muito grande e acredito que podemos vislumbrar um Brasil muito melhor daqui a alguns anos. <br /><br />N&atilde;o ser&aacute; da noite para o dia, contudo, se a intelig&ecirc;ncia das pol&iacute;cias atuar de forma mais en&eacute;rgica no roubo de motos e carros, a queda poder&aacute; acontecer brevemente. Basta ver o resultado obtido no Rio de Janeiro. Para quem mora nos grandes centros urbanos, como S&atilde;o Paulo e Rio, por exemplo, os consumidores sempre come&ccedil;am a escolher as suas motos pelo seguinte quesito: &quot;&eacute; muito roubada ou n&atilde;o?&quot; Para um pa&iacute;s que j&aacute; &eacute; o quarto maior mercado mundial de motos e carros, n&atilde;o podemos ficar ref&eacute;ns da criminalidade para escolher os nossos pr&oacute;ximos ve&iacute;culos. <br /><br />O grande problema &eacute; que nem sempre somos &quot;apenas&quot; roubados. Muitas vezes, pais de fam&iacute;lia s&atilde;o assassinados por causa de uma moto. Nem sempre ter seguro da motocicleta &eacute; sinal de tranquilidade total, pois os bandidos, &agrave;s vezes, atiram primeiro para depois levar a moto. Vivemos uma situa&ccedil;&atilde;o ca&oacute;tica! At&eacute; marcas que nunca foram visadas pelos ladr&otilde;es come&ccedil;aram a fazer parte da estat&iacute;stica, especialmente ap&oacute;s o lan&ccedil;amento de algum produto que chame a aten&ccedil;&atilde;o dos amigos do alheio. Foi o caso da BMW, com o in&iacute;cio das vendas da esportiva S 1000 RR. <br /><br />Em poucos meses de comercializa&ccedil;&atilde;o, soubemos de diversos casos de roubo. Como 2011 est&aacute; apenas come&ccedil;ando, clamamos para que as autoridades repitam a atitude tomada no Rio e expulsem os bandidos das ruas, para que possamos rodar sem medo com as nossas m&aacute;quinas. Assim como a popula&ccedil;&atilde;o carioca aplaudiu a passagem dos tanques e dos caveir&otilde;es do BOPE pelas ruas, os motociclistas agradecer&atilde;o muito.&nbsp; <br /><br /><span style="font-weight: bold;">A&ccedil;&atilde;o das autoridades</span><br />A cena das motos jogadas pelas ruas das favelas cariocas nos deu dor no cora&ccedil;&atilde;o! O Laner Azevedo, propriet&aacute;rio de uma Yamaha XT 660R, ficou chocado com uma fila de XT espalhadas pelo ch&atilde;o. Quem acompanhou a opera&ccedil;&atilde;o, viu diversas Honda Hornet e muitas esportivas por l&aacute;. Os traficantes gostavam de motos potentes e imponentes. Gra&ccedil;as &agrave;s autoridades, a bandalheira acabou e as motos est&atilde;o voltando para os seus reais propriet&aacute;rios. Parab&eacute;ns ao poder p&uacute;blico!

Conteúdo Recomendado

Comentários