Card image
Notícias
Retrô para trabalhar, Shineray SH 125 Worker parte de R$ 7.290

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 21/09/2021
  • Por: Willian Teixeira

A Shineray é a atual terceira colocada no ranking de emplacamentos de motocicletas no acumulado do ano. Entre janeiro e agosto foram registradas pouco mais de 8 mil motocicletas da marca, número que a deixa atrás apenas das gigantes Honda e Yamaha no levantamento da Fenabrave.

Única fabricante de motos instalada fora da Zona Franca de Manaus, a Shineray tem sua planta situada no Complexo do Suape, em Pernambuco, e por lá são montadas motos à combustão e elétricas, patinetes, scooters, cicloelétricos e ciclomotores.

Retrô para o trabalho, Shineray SH 125 Worker chega por R$ 7.290

Veja também:
Dafra vai enfrentar Honda e Yamaha com o Cruisym 150
Tesla mostra estranho protótipo de moto elétrica, a “The Sokudo”
Conheça Socorro, nosso Destino Duas Rodas

E a nova aposta da Shineray para ganhar mais destaque no Brasil é a SH 125 Worker, uma moto do segmento city com design retrô e que, segundo a marca, tem proposta de oferecer conforto e estilo para quem trabalha com entregas. Ela chega às lojas a partir de outubro ao preço sugerido de R$ 7.290.

Retrô para o trabalho, Shineray SH 125 Worker chega por R$ 7.290

A Shineray destaca que os motociclistas que trabalham com entregas devem ter cada vez mais importância para as montadoras, citando um estudo do instituto Locomotiva Pesquisa & Estratégia, de São Paulo, que aponta que 11,4 milhões de pessoas entraram no mercado de delivery entre 2020 e 2021 devido às mudanças geradas pela pandemia da Covid-19.

Atualmente, segundo o levantamento, 20% da população adulta do Brasil – o equivalente a 32,4 milhões de pessoas – dependem de algum tipo de app de entrega para trabalhar. Em fevereiro de 2020, ou seja antes do início da pandemia, esse percentual era de 13%.

A pequena motocicleta da Shineray utiliza motor monocilíndrico de 125 cm³ 4 Tempos com duas válvulas e comando OHC, capaz de entregar potência máxima de 7,2 cv a 7.500 rpm e 0.8 kgf.m de torque em 6.000 giros. A marca não revelou se esse motor terá carburador ou injeção eletrônica e nem quantas velocidades tem o câmbio. Sua transmissão final é por corrente.

A Shineray SH 125 Worker é movida apenas a gasolina e seu tanque comporta 14 litros de combustível. Ela possui 1,89 m de comprimento, 1,04 m de altura, 0,78 m de largura, 1,25m de entreeixos e tem peso a seco de 98 kg.

Retrô para o trabalho, Shineray SH 125 Worker chega por R$ 7.290

O design da Shineray SH 125 Worker foi inspirado nas Cafe Racer dos anos 1960, e ela vem com banco reto, mostradores e farol em estilo retrô. Ela está disponível em três opções de de acabamento: preta fosca com banco preto, preta fosca com banco charuto (tom de marrom) e prata fosca com banco preto.

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas mídias sociais!
– Instagram – Facebook – YouTube – Twitter

Conteúdo Recomendado

Comentários