Card image
Notícias
Reino Unido pode banir motos à combustão

1 Minuto de leitura

  • Publicado: 28/07/2017
  • Por: Carlos Bazela

O Reino Unido não permitirá mais as vendas de carros e vans movidos apenas por motores à combustão interna a partir de 2040. O anúncio foi feito em reportagem do jornal The Guardian. A medida vai de encontro ao Acordo de Paris, assinado no fim de 2015 por 195 países, entre eles o Brasil.

A medida iria de encontro ao Acordo de Paris (foto: olhainsight)

E o que isso tem a ver com as motos? Tudo. Nessa semana, o CEO da Motorcycle Industry Association do Reino Unido, Steve Kenward, revelou que a entidade vê a medida com bons olhos e acredita ser uma grande oportunidade para os fabricantes de motocicletas investirem em modelos elétricos, sinalizando que um anúncio similar focado em motos pode sair em breve.

A Energica Ego é uma superbike elétrica de 145 cv de potência (foto: Damiani Fiorentini)

“Pela habilidade que as motos têm em cortar o trânsito e a expertise da indústria em construir motos elétricas, eu acredito que esse é um tremendo estímulo para os fabricantes”, disse o CEO. Kenward tem razão nos dois pontos. Hoje, já existem modelos elétricos como a superbike italiana Energica Ego, por exemplo, cujo propulsor é capaz de render impressionantes a 145 cv a 6.000 rpm. E você? Consegue se ver pilotando uma moto elétrica?

Texto: Carlos Bazela

Conteúdo Recomendado

Comentários