Card image
Notícias
Red Week Ducati oferece descontos de até R$ 10 mil

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 27/11/2020
  • Por: Willian Teixeira

A Ducati do Brasil promove, até a próxima segunda-feira, a Red Week, evento em clima de Black Friday onde a marca oferece facilidades para compra de motocicletas e descontos que podem chegar a até R$ 10 mil. Participam da ação os modelos Scrambler Icon, Monster 797, Monster 1200, Multistrada 950S e XDiavel S.

Para a Scrambler Icon, por exemplo, o preço público sugerido será reduzido dos atuais R$ 56.990 para R$ 46.990. Monster 797 sai de R$ 59.990 por R$ 49.990, enquanto a Multistrada 950 S, o mais novo lançamento da Ducati para o Brasil, será oferecida por R$ 84.990 até dia 30 de novembro.

Red Week Ducati oferece descontos de até R$ 10 mil
Multistrada 950 S está entre os modelos com desconto de R$ 10 mil na Red Week Ducati (Divulgação)

Veja também:
Ducati Diavel 1260 Lamborghini: poder italiano
Ducati oferece mais segurança e comodidade a seus clientes
Ducati Multistrada 950S é lançada no Brasil

Segundo Alexandre Ruiz, gerente nacional de vendas da Ducati do Brasil, ‘lançar a campanha Red Week lançar a campanha Red Week é uma ótima oportunidade para um motociclista realizar seu sonho em tornar-se um Ducatista ou para o próprio Ducatista que está pensando em adquirir uma nova Ducati concretizar seu desejo’, destaca o executivo.

Red Week Ducati oferece descontos de até R$ 10 mil
Ducati Monster 797 (Divulgação)

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas redes sociais!
– Instagram – Facebook – YouTube – Twitter

Os valores promocionais são válidos para compras à vista ou via financiamento, com exceção da opção de taxa zero. A campanha Red Week Ducati não permite adesão simultânea à outras campanhas promocionais em vigor.

Para participar da campanha, basta o cliente consultar uma das concessionárias participantes, localizadas em Campinas, São Paulo, Ribeirão Preto, Brasília, Vitória, Goiânia, Belo Horizonte, Campo Grande, Cuiabá, Curitiba, Londrina, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Florianópolis.

Comentários