Card image
Competições
Rally Dakar parte para 43ª edição em 2021

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 18/12/2020
  • Por: Willian Teixeira

Considerada a prova off-road mais desafiadora do mundo, o Rally Dakar terá sua 43ª edição realizada entre os dias 3 e 15 de janeiro de 2021 na Arábia Saudita. A competição contará com 321 veículos, sendo 108 motos, 21 quadriciclos, 124 carros e UTVs, além 42 caminhões. Nas motos o atual campeão é o norte-americano Ricky Brabec, da Honda, que colocou ponto final a um domínio de 18 anos da KTM.

Dia 3 de janeiro os pilotos partem para uma disputa de 12 etapas, percorrendo 7.646 km com largada e chegada em Jeddah, com um total de 4.767 km de especiais cronometrados. Porém, um dia antes, em 2 de janeiro, os pilotos disputam um prólogo de 11 km para definir a ordem de largada da primeira etapa, de acordo com sua classificação.

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas redes sociais!
– Instagram – Facebook – YouTube – Twitter

A etapa mais longa terá um total de 813 quilômetros e será vivida no quarto dia de prova, enquanto a especial mais longa será a 11ª e penúltima etapa, de 511 quilômetros. Os participantes terão um dia de descanso em Ha’il um dia antes da maratona, etapa na qual os pilotos não terão assistência mecânica e terão de cuidar de suas motos – que será disputada na sétima e oitava etapa do Dakar.

Rally Dakar parte para 43ª edição no início de janeiro
Ricky Brabec tentará o bicampeonato entre as motos (Divulgação/HRC/Mundo Press)

Veja também:
Conheça as substitutas da XRE 300, a CRF 300L e CRF 300 Rally
KTM amplia família 890 com a nova 890 Adventure
Ricardo Martins é campeão do Sertões 2020 nas motos

Entre as novidades do Rally Dakar 2021 estão medidas de segurança para os competidores das motos. Entre elas aparece a obrigatoriedade do macacão com airbag para todos os pilotos, além da permissão para uso de apenas 6 pneus durante toda a prova, medida que visa reduzir a velocidade e priorizar a navegação.

Lincoln Berrocal, único brasileiro do Dakar 2020 nas motos (Arquivo)

Também não será permitida a realização de reparos mecânicos durante o reabastecimento. Já a distribuição do roadbook, que na edição passada acontecia no meio da etapa anterior, será realizada 20 minutos antes da largada.

Em 2021 não devemos ter brasileiros no Dakar entre as motos. Até o momento o país tem inscrições confirmadas apenas nos UTVs com Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin. Porém, os atuais campeões da prova correrão separados na próxima edição do rali: Varela fará dupla com o navegador Maykel Justo, enquanto Gugelmin fará a navegação para o piloto norte-americano Austin Jones.

Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin em ação no Dakar 2020 (Divulgação)

Participe da 22ª edição do Concurso Moto de Ouro e nos ajude a eleger as melhores marcas e modelos de motocicletas do Brasil! Confira o regulamento e saiba como votar clicando aqui. E tem mais: os participantes concorrem a uma scooter elétrica Voltz EV1! Não fique de fora dessa, vote o quanto antes!

Conteúdo Recomendado

Comentários