Card image
Notícias
Produção de motos sobe 34% sobre mês anterior

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 12/08/2019
  • Atualizado: 13/08/2019 às 9:09
  • Por: Willian Teixeira

A produção de motos segue em ritmo de crescimento, com mais de 91 mil unidades produzidas no Polo Industrial de Manaus no mês de julho. De acordo com a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo) foram fabricadas 91.713 motocicletas no período, o que representa uma alta de 34,6% em relação ao mês anterior, que teve 68.121 unidades fabricadas.

Porém, na comparação com julho de 2018, houve uma queda de 4,8% na produção de motos, pois 96.338 foram fabricadas no mês. No acumulado do ano, 628.818 motos foram produzidas no Polo Industrial de Manaus, contra 591.753 entre janeiro e julho de 2018, uma alta de 6,3%.

Fábrica da BMW em Manaus. Produção em alta (Divulgação)

Veja também:
Salão Duas Rodas fará o maior test ride de motos do mundo
Vendas de motos crescem 18% em julho, diz Fenabrave
Conheça as motos mais pesquisadas no 2º trimestre

Marcos Ferminian, presidente da Abraciclo, avalia que recente alta na produção de motos indica uma recuperação do setor, que continua a ser impulsionada pela renovação da frota e ampliação na oferta de crédito. “Isso impacta diretamente a cadeia produtiva. Hoje cerca de 70% das vendas de motocicletas são financiadas por CDC e Consórcio”, afirma o executivo.

Ferminian também lembra que a motocicleta é uma alternativa de transporte viável para a maioria dos consumidores. “Isso ocorre graças ao menor custo de manutenção e ao baixo consumo de combustível ”, explica Ferminian.

Nova concessionária da Kawasaki em MS. Sinal de mercado aquecido? (Divulgação)

As vendas no atacado, que correspondem ao repasse das fábricas para concessionárias, somaram 87.240 unidades em julho, o que representa um aumento de 21% na comparação com junho (72.121 unidades) e queda 1,7% no mesmo período do ano passado (88.754).

Entre janeiro e julho, as fábricas repassaram para as concessionárias 616.133 motocicletas, o que corresponde a um crescimento de 14,1% ante as 539.945 registradas no mesmo período de 2018.

Scooters em alta

Segundo dados do Renavam analisados pela Abraciclo, o volume de scooters comercializados no varejo em julho somou 8.011 unidades, o que representa uma alta de 55% em relação ao mesmo mês de 2018 e de 11,3% sobre julho do ano passado, que respectivamente tiveram 5.170 e 7.195 unidades vendidas.

Emplacamentos de scooters em alta (Divulgação)

Nos sete primeiros meses de 2019, os emplacamentos de scooters alcançaram 50.789 unidades, o que corresponde a uma alta de 28% ante as 39.693 unidades licenciadas no mesmo período do ano passado.

Quanto a análise geral do mercado, houve emplacamento de 90.048 motocicletas em julho, correspondendo a um aumento de 18,1% na comparação com o mesmo mês de 2018 (76.226 unidades) e de 12,5% em relação a junho (80.023 motocicletas).

Linha 2020 da R3, um dos últimos lançamentos da Yamaha (Divulgação)

Ainda segundo dados do Renavam, nos sete primeiros meses de 2019 foram emplacadas 620.082 motocicletas, volume 16,3% superior às 532.955 unidades licenciadas no mesmo período do ano passado.

Exportações de motocicletas em baixa

No acumulado do ano, as exportações somaram 23.180 unidades, o que representa queda de 49,9% em relação ao mesmo período de 2018 (46.258 motocicletas). De acordo com dados do portal de comércio exterior Comex Stat, de janeiro a julho foram embarcadas 11.632 motocicletas (48,6% de participação) para Argentina. Os Estados Unidos ficaram em segundo lugar (4.313 e 18%), seguidos pela Colômbia (2.953 e 12,3%).