Card image
Notícias
Royal Enfield apresenta Twins e Himalayan Sleet

6 Minutos de leitura

  • Publicado: 23/11/2019
  • Atualizado: 24/11/2019 às 10:58
  • Por: Alexandre Nogueira

A Royal Enfield marca presença no Salão Duas Rodas com a apresentação, inédita no Brasil, das novas Twins de 650 cilindradas. Primeiros modelos bicilíndricos a serem produzidos pela Royal Enfield desde 1970, a Continental GT 650 e a Interceptor 650 são um novo marco na história de 118 anos da marca.

Em sua segunda participação no maior evento do setor motociclístico da América Latina, a marca traz ainda mais uma novidade para Brasil: a Himalayan Sleet, uma edição especial do modelo mais vendido da Royal Enfield no país.

Royal Enfield Continental GT e Interceptor chegam no 1º trimestre de 2020
Novas Royal Enfield Interceptor 650 e Continental GT 650 (Divulgação)

As Twins 650 já estão disponíveis para pré-venda e a chegada na rede de concessionárias está prevista para janeiro de 2020. A Interceptor 650 parte dos R$ 24.990, enquanto a Continental GT 650 oferece versões à partir de R$ 25.990.

Royal Enfield Continental GT e Interceptor chegam em 2020
Royal Enfield Interceptor 650: visual clássico com mecânica atualizada (Divulgação)

Veja também:
Conheça as finalistas do Moto de Ouro 2019
Salão Duas Rodas: novidades Suzuki, Haojue e Kymco
Triumph leva Rocket III e Street Triple RS ao SDR 2019

As Twins 650cc foram lançadas globalmente no início de 2019 e com sua chegada, a Royal Enfield pretende trazer novos clientes para a marca e atender às expectativas dos motociclistas mais experientes, combinando design clássico com engenharia moderna. A chegada das Twins 650 traz um incremento para o portfólio da marca, atraindo um novo perfil de cliente.

Royal Enfield Interceptor 650
Royal Enfield Interceptor 650: perfeita para desfilar com estilo na cidade (Divulgação)

Apesar das ligações com a história e o legado da marca, as Twins 650cc são motocicletas completamente novas. A Continental GT 650 é uma Café Racer esportiva e a Interceptor 650 uma elegante Roadster. Foram idealizadas e produzidas combinando o visual clássico com a engenharia aplicada meticulosamente e o resultado são duas máquinas com o mesmo motor, que podem inspirar confiança em novos pilotos e satisfazer também as expectativas de motociclistas mais experientes.

Royal Enfield Continental GT chega no 1º trimestre de 2020
Royal Enfield Continental GT 650: clássica esportiva (Divulgação)

As Twins 650 são refrigeradas a ar para simplificar a manutenção, produzir o ronco típico de um motor bicilíndrico e garantir que os traços sejam fiéis ao design de época. Possuem amplo torque em baixas rotações, permitindo ótimo desempenho no trânsito da cidade e força suficiente para velocidade de cruzeiro em estradas. O motor entrega 47 cavalos de potência e 5,2 kgf.m de torque máximo, com 80% sendo entregue desde as 2.500 rpm, permitindo um progresso suave e constante ao subir de giro, sem a necessidade de muitas mudanças de marcha.

Motor de 650cc das twins da Royal Enfield
Novo motor bicilíndrico paralelo de 648 cm³ tem alto torque em baixa (Divulgação)

Embora semelhantes na essência, oferecem experiências de pilotagem muito diferentes. O chassi extremamente ágil, foi desenvolvido no Centro Tecnológico na Inglaterra em conjunto com a Harris Performance, lendária construtora de quadros de motocicletas esportivas.

Royal Enfield Continental GT
Royal Enfield Continental GT 650: clássica com esportividade (Divulgação)

A Continental GT 650 irá agradar principalmente os pilotos que gostam de modelos mais esportivos. Tanque de combustível esculpido, pedaleiras e guidões presos à mesa em estilo de corrida, ela é perfeita para desfrutar velocidades mais altas em estradas sinuosas, mas sua ergonomia também permite que seja confortável quando utilizada como uma motocicleta urbana.

Royal Enfield Continental GT chega no 1º trimestre de 2020
Royal Enfield Continental GT 650: para passeios adrenalizantes (Divulgação)

A Interceptor 650 remete ao modelo histórico homônimo. Possui um tanque de combustível em forma de gota com os tradicionais recessos para os joelhos, assento duplo acolchoado muito confortável e largos guidões apoiados, lembrando o estilo Scrambler de rua que surgiu nos anos 60 na Califórnia. A posição de pilotagem confortável e imponente, torna o modelo divertido e prático em todos os tipos de caminhos.

Seus motores contam com tecnologia de ponta, mas a marca se preocupou em reproduzir perfeitamente a aparência clássica. Outros toques como guidões forjados e tampas de combustível “Monza” ressaltam o apelo clássico. Contam ainda com acabamentos alternativos para itens como rodas, faróis e componentes de suspensão. Uma linha completa de acessórios para as Twins 650 estará disponível nos concessionários da marca.

Himalayan 400 Sleet

A Himalayan 400 chega na versão Sleet, fortalecendo o estilo e a versatilidade para a clássica off-road com espírito aventureiro pronta para qualquer desafio. A Himalayan é fruto de 60 anos de experiência da Royal Enfield em alguns dos terrenos mais desafiadores do mundo, os Himalaias. Com design único especialmente desenvolvido para este modelo, a Himalayan é a motocicleta da marca com mais características off-road.

Royal Enfield Himalayan Sleet traz alforjes de série
Royal Enfield Himalayan 400 Sleet: versão mais equipada para viagens (Divulgação)

A edição especial Sleet, vem com pintura camuflada e kit completo de acessórios, que inclui malas laterais e protetor de motor, tornando seu visual ainda mais aventureiro. Sustentada por um robusto chassi em berço duplo projetado, desenvolvido pela Harris Performance, a Himalayan é equilibradamente estável e ágil. Sua forte suspensão articulada traseira monochoque permite viagens mais longas e proporciona uma experiência de pilotagem suave, independentemente do terreno. Com distância do solo de 220 mm, o modelo supera obstáculos típicos de off-road, como leitos de rios rochosos ou cruzamentos de riachos.

Royal Enfield Himalayan Sleet vem com pintura especial e alforjes de série
Royal Enfield Himalayan 400 Sleet: mais equipada para longas jornadas (Divulgação)

A Himalayan é impulsionada por um novo e evoluído comando de válvulas, que formam a base de seu motor LS 410 de longo curso. O motor oferece alto torque e potência utilizável em rotações mais baixas, o que torna a pilotagem suave em marchas mais altas ou velocidades reduzidas, facilitando a subida de ladeiras e manobras no trânsito pesado. O design moderno e os materiais utilizados no motor oferecem mais eficiência e baixa manutenção, podendo rodar até 10 mil quilômetros entre trocas de óleo.

Himalayan Sleet é série especial limitada para o modelo off-road
Royal Enfield Himalayan 400 Sleet: versatilidade na cidade (Divulgação0

Seu tanque de combustível de 15 litros oferece autonomia de aproximadamente 450 quilômetros. O painel de instrumentos é simples e controla velocidade, direção, temperatura ambiente, tempo de viagem, intervalos de manutenção e diversas distâncias de viagem. A sincronização ergonômica entre pedaleiras, guidão e altura do assento proporciona uma postura confortável de pilotagem, uma necessidade em longas viagens. Seu baixo centro de gravidade garante facilidade em colocar os pés no chão e assegura controle total durante a pilotagem.

Royal Enfield Himalayan 400 Sleet: tanque de 15 permite ótima autonomia (Divulgação)

A Royal Enfield Himalayan Sleet ainda vem equipada com pneus on/off-road, que proporcionam aderência e desempenho confiáveis em uma grande variedade de condições no asfalto ou fora dele, e um completo controle de frenagem, com discos dianteiro e traseiro assistidos pelo ABS.