Card image
Notícias
Novidades da Indian

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 01/07/2015
  • Por: admin

<p><span style="line-height: 1.6em;">A Indian Motorcycle Brasil, empresa que faz parte do grupo Polaris, vai iniciar operação totalmente independente no Brasil, com suas motocicletas sendo montadas em Manaus, AM, na planta fabril da Dafra — como já fazem Ducati, BMW, KTM e MV Agusta — em regime de CKD (Complete Knock-Down). </span></p>

<p><img alt="Indian Chief Vintage, modelo que já foi flagrado em testes em São Paulo" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/vintage_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p><span style="line-height: 1.6em;">Inicialmente, os motociclistas brasileiros terão a disposição cinco modelos: </span><strong><span style="line-height: 1.6em;">Roadmaster; </span><span style="line-height: 1.6em;">Chieftain; </span><span style="line-height: 1.6em;">Chief Vintage; </span></strong><span style="line-height: 1.6em;"><strong>Chief Classic e Scout</strong>. A linha no exterior tem apenas uma moto a mais, a Chief Dark Horse. Além das motos, a Indian vai comercializar sua linha completa de acessórios e vestuário. Iniciando as vendas já em outubro, no Salão Duas Rodas, a marca pretende na fase inicial, abrir de seis a oito concessionárias Indian no Brasil. A meta para 2016 é comercializar 1000 motocicletas.</span></p>

<p><img alt="Indian Scout, a moto mais acessível da marca" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/scout_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>Com excessão da Scout, a mais acessível do line-up Indian (por US$ 10999 nos Estados Unidos), que pesa 253 kg e utiliza um motor bicilíndrico em V de 1 130 cm³, com 101,5 cv de potência, com torque de 9,96 kgf.m, as outras quatro motocicletas compartilham o motor Thunder Stroke 111. Um bicilíndrico em V com 1 811 cm³, que desenvolve torque máximo de 16,5 kgf.m — a potência, assim como na Harley-Davidson, não é divulgada. A touring Roadmaster é a mais  completa da marca e por isso, também a mais cara (por US$ 26 999).</p>

<p><img alt="Indian Roadmaster, a mais tecnológica (e cara) motocicleta da marca" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/roadmaster_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>No Brasil, a Indian tentará conquistar os clientes e admiradores da também americana e centenária Harley-Davidson, oferecendo também muita tradição e line-up bem diversificado dentro do segmento custom, além de muitos acessórios e roupas para os motociclistas. <span style="line-height: 1.6em;">Para você ter noção da rivalidade que existe entre Indian e Harley-Davidson, c</span><span style="line-height: 1.6em;">onfira abaixo um vídeo criado </span><span style="line-height: 1.6em;">para divulgar o</span><span style="line-height: 1.6em;"> retorno da Indian ao mercado americano, em junho de 2013.</span></p>

<p><iframe allowfullscreen="" frameborder="0" height="349" src="https://www.youtube.com/embed/r4bEXmanRVc?rel=0" width="620"></iframe></p>

<p><img alt="Indian Chief Classic" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/classic_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /><img alt="Indian Chieftain" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/chieftain_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>O que achou da novidade? Deixe sua opinião!</p>

Conteúdo Recomendado

Comentários