Card image
Notícias
Nova KTM 200 Duke é apresentada oficialmente

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 19/08/2020
  • Por: Alexandre Nogueira

A nova KTM 200 Duke é apresentada oficialmente nos Estados Unidos, confirmando os rumores de poucas semanas atrás de que a nova pequena laranja mecânica estaria chegando primeiramente pelas terras do Tio Sam.

O boato na verdade foi apoiado pela adição do modelo à lista de motocicletas certificadas do California Air Resources Board (CARB) 2020 e agora, finalmente, o novo membro da família está listado na linha naked americana e canadense da KTM como modelo 2020.

Veja também:
Patente revela possível Honda CB 125R elétrica
Como é a nova gasolina que está chegando nos postos
Veja na MOTOCICLISMO 272

Você pode estar se perguntando por que a KTM 200 Duke vai chegar primeiro no mercado americano e a impressão que temos é que isso pode fazer parte de uma estratégia pós-Covid-19 da fábrica austríaca. Como podemos perceber nos últimos meses, há um número crescente de pessoas recorrendo a motos, scooters e bicicletas como alternativa para mobilidade urbana, visto que esses pequenos veículos são ágeis, práticos e econômicos.

Com isso em mente, o lançamento da pequena 200 Duke faz todo o sentido, especialmente no mercado americano que é altamente consumista. O preço da nova 200 Duke é de US$ 3.999 dólares, bastante competitivo para a categoria, mas a KTM leva vantagem pela construção e acabamento mais elaborados e pelo incrível desempenho. Só para você ter uma ideia do bom preço, a irmã maior 390 Duke custa US$ 5.499.

A KTM 200 Duke é construída sobre uma estrutura de treliça de aço Chromolibdênio com o subquadro de treliça de aço carbono, e monta um garfo invertido WP Apex de 43 mm e uma balança de alumínio com um monoamortecedor WP Apex.

A moto é equipada com um par de rodas de liga leve de 17 polegadas e as tarefas de frenagem são cumpridas por um disco de 300 mm com pinça Bybre radial de quatro pistões na frente e um disco de 230 mm com pinça Bybre de pistão único na traseira, conjugados com o sistema ABS da Bosch com funcionalidade Supermoto ABS.

A baby Duke traz o motor monocilíndrico de 199,5 cm³, refrigerado à líquido, DOHC com quatro válvulas e sistema de injeção eletrônica de combustível, capaz de oferecer 25 cv de potência em 10.000 rpm e 1,98 kgf.m de torque em 8.000 rpm.

O câmbio de seis marchas é bem escalonado e aproveita com excelência todo o torque e potência disponíveis para proporcionar uma tocada excitante e divertida, e o consumo fica na média de 25 km/l na cidade. O painel LCD é dos mais completos da categoria e traz computador de bordo.

A KTM não perdeu tempo e a nova Duke 200 já está disponível, “bem a tempo de você adicionar ela à sua lista de materiais para em breve voltar à escola”. Eu sempre gostei da versão laranja, mas desta vez eu fico com a branca. E você o que acha desta pequena máquina?

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas redes sociais!
– Instagram – Facebook – YouTube – Twitter

Conteúdo Recomendado

Comentários