Notícias
  • 19/03/2020
Com 207 cv, BMW S 1000 RR chega às lojas por R$ 91.950

Apresentada no final do ano passado, a nova geração da esportiva BMW S 1000 RR está no Brasil e traz traz inovações como pacote eletrônico atualizado dotado de uma central inercial IMU de seis eixos da Bosch, motor tetracilíndrico em linha de 999 cm³ com comando de válvulas renovado, 8 cv de potência a mais e 4 kg a menos do que o da geração anterior.

BMW S 1000 RR

Ano passado, na época do lançamento da BMW S 1000 RR, levamos Alex Barros para testar a novidade, em parceria com a RACING! Confira no vídeo abaixo:

Já em conformidade com as normas Euro5, o novo motor rende 207 cv de potência máxima em 13.500 rpm e entrega um torque máximo de 11,52 kgf.m. O pico máximo de torque está disponível na faixa entre 5.500 rpm, e 14.500 rpm, fornecendo aos pilotos uma quantidade de força altamente gerenciável.

Para controlar toda essa cavalaria e tornar a motocicleta mais acessível e fácil de dominar, uma eletrônica avançada é necessária para gerenciar toda a física atuante na motocicleta, seja no motor, suspensões ou freios.

Veja também:
Novas Yamaha YZF-R1 e YZF-R1M 2020 estão mais rápidas
CBR1000RR-R Fireblade: tecnologia da MotoGP para vencer o WSBK
Kawasaki Ninja H2 SX SE+ 2020: confortavelmente turbinada

Todo o pacote eletrônico é controlado pelo novo painel TFT de 6,5 polegadas, incluindo os modos de pilotagem padrão, chuva, estrada, dinâmico e corrida. O pacote Ride Modes Pro adiciona os modos Race Pro 1, 2 e 3 onde o piloto pode fazer seus ajustes personalizados, incluindo ajustes no freio motor, derivado da HP4.

O novo chassi está 3 kg mais leve e o alívio de peso vem também na balança derivada do Mundial de Superbike, nas suspensões e no escapamento, colaborando para emagrecer a RR, que agora pesa 197 kg, 11 kg a menos que a geração anterior. O tanque está mais estreito e proporciona uma ergonomia aprimorada e mais engajada com a motocicleta.

BMW S 1000 RR
Alex Barros, Isabel Reis e Ismael Baubeta no teste da BMW S 1000 RR (Divulgação/Racing)

A suspensão agora é da italiana Marzocchi, com um garfo dianteiro invertido de 45 mm e um amortecedor traseiro Full Floater Pro, multiajustáveis eletronicamente. Ja o sistema de freios mescla componentes de três diferentes marcas. A bomba dianteira Brembo aciona as pinças radiais Hayes de quatro pistões que trabalham com discos de 320 mm de diâmetro e 4,5 mm de espessura. Já na traseira uma pinça Brembo de pistão único dá conta do recado junto ao disco de 220 mm. Esse aparato nos freios serve para diminuir a agressividade da pegada inicial e melhorar a progressividade da frenagem. Uma unidade ABS Continental entra no lugar da unidade Bosch, mas o controle de tração continua da Bosch.

Disponível nas concessionárias brasileiras por R$ 91.950, a nova geração da BMW S 1000 RR é montada em Manaus, primeira fábrica da marca bávara fora da Alemanha que é 100% destinada a produção de motos.