Card image
Notícias
MV Agusta pretende vender 20 mil motos até o fim de 2014

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 06/10/2011
  • Por: admin

<p>Em meio a uma semana cheia por causa do Sal&atilde;o, a Dafra se pronuncia novamente, dessa vez, de uma maneira mais exclusiva, com a presen&ccedil;a de poucos jornalistas para falar apenas da MV Agusta e seus planos daqui em diante.</p>
<p>Simp&aacute;tico e engra&ccedil;ado, Umberto Uccelli (diretor de vendas e marketing da marca italiana) foi quem abriu a apresenta&ccedil;&atilde;o, com dois v&iacute;deos, um em que o tema era a F4 e o outro a Brutale 1090 R e RR. Em seguida Uccelli falou da import&acirc;ncia do mercado brasileiro, que junto &agrave; It&aacute;lia e Fran&ccedil;a, &eacute; o principal foco da marca. Depois de uma breve apresenta&ccedil;&atilde;o dos modelos que j&aacute; s&atilde;o conhecidos por n&oacute;s (a naked Brutale 1090 R, RR e a esportiva F4), o diretor da marca apresentou as duas plantas da fabricante na It&aacute;lia, e visou que mec&acirc;nicos brasileiros passaram dois meses no pa&iacute;s da bota para poderem dar a melhor assist&ecirc;ncia ao consumidor brasileiro, e que est&atilde;o aprovados.</p>
<p>Umberto tamb&eacute;m falou do modelo F3 &mdash; com motor 675 de tr&ecirc;s cilindros &mdash; que deve estar sendo comercializado no Brasil at&eacute; o final do pr&oacute;ximo ano. A moto que tem a sua produ&ccedil;&atilde;o no in&iacute;cio de 2012 na It&aacute;lia foi apresentada em Mil&atilde;o no final de 2010. No Sal&atilde;o de EICMA desse ano, os italianos ir&atilde;o apresentar a vers&atilde;o Naked dessa m&aacute;quina. O diretor de vendas ainda falou da Serie Ouro da 675 que j&aacute; est&aacute; sendo comercializada, com 200 edi&ccedil;&otilde;es limitas. Se voc&ecirc; possui um grande cardume de notinhas de R$ 100 no bolso, v&aacute; atr&aacute;s, pois s&oacute; existem mais 30 desses modelos &agrave; disposi&ccedil;&atilde;o. Finalizando, Umberto falou da entrada na marca em um novo nicho, o das m&aacute;quinas de Supermotard, que tamb&eacute;m vir&atilde;o com motor 675, e que acreditamos que dever&aacute; ser apresentada no Sal&atilde;o italiano do pr&oacute;ximo ano.</p>
<p>Com a palavra dada a Victor Trisotto, passamos a conhecer um pouco mais da tecnologia dos modelos, seus diferenciais aos testes exclusivos que tiveram de ser feito para as motos rodarem por aqui. Trisotto comentou sobre um novo mapeamento de inje&ccedil;&atilde;o, que j&aacute; foi feito com os combust&iacute;veis fornecidos no Brasil. O engenheiro fez quest&atilde;o de deixar claro que todas as pe&ccedil;as at&eacute; o &uacute;ltimo parafuso s&atilde;o iguais as motos fornecidas na It&aacute;lia, uma exig&ecirc;ncia da marca para manter a sua exclusividade e o seu nome. Victor finalizou sua apresenta&ccedil;&atilde;o nos convidando a observar novamente as motocicletas que j&aacute; est&atilde;o no sal&atilde;o, pois essas foram montadas 100% aqui.</p>
<p>Para finalizar o encontro, Creso Franco, presidente da Dafra, falou dos padr&otilde;es de qualidade dos modelos, os refor&ccedil;os que ter&atilde;o os concession&aacute;rios e o valor das motos. At&eacute; o final de dezembro sete concession&aacute;rias ser&atilde;o abertas entre as regi&otilde;es sudeste e sul do pa&iacute;s, que no primeiro trimestre do ano ainda ter&atilde;o refor&ccedil;os com mais tr&ecirc;s revendas no Rio de Janeiro, Belo Horizonte, MG, e Campinas, no interior de S&atilde;o Paulo. No primeiro ano de trabalho no pa&iacute;s, Creso acredita que 1 200 motocicletas ser&atilde;o comercializadas, com uma m&eacute;dia de 100 m&aacute;quinas por m&ecirc;s. A brutale 1090 R ser&aacute; encontrada a partir de R$ 56 000, enquanto a RR ser&aacute; por R$ 64 000. O modelo esportivo da marca italiana poder&aacute; ser adquirido por salgados R$ 68 000.</p>
<p>Para quem est&aacute; interessado em conhecer uma MV, poder&aacute; fazer um test drive nas concession&aacute;rias a partir de dezembro, uma obriga&ccedil;&atilde;o da marca que quer ter o Brasil como um de seus principais mercados. </p>

Conteúdo Recomendado

Comentários