Card image
Notícias
Motos elétricas no EICMA: o que será lançado em 2022

4 Minutos de leitura

  • Publicado: 27/11/2021
  • Por: Guilheme Derrico

Nem tudo é movido a combustível no EICMA – Salão de Milão 2021, e o futuro está cada vez mais a favor do desenvolvimento das motos elétricas, e várias novidades interessantes nesse sentido foram apresentadas nesta semana durante o evento.

Não se trata apenas de modelos modernos, com designs futuristas e características premium, mas sim de uma nova marca exclusiva de motocicletas elétricas que aproveitou a força do ocorrido para abrir suas portas ao mundo.

Niu RQI Sport

À primeira vista é fácil de reconhecer o aspecto neo-retrô deste modelo da marca Niu, que poderia ser uma moto de 125 cm³, embora evite a combustão e equipe um motor elétrico de 5 kWh ancorado ao chassis, alimentado por duas baterias removíveis de 72 V e 36 Ah cada,  capazes de levar a máquina a até 110 quilômetros por hora.

Ela vem com um chassi tubular de aço, garfo invertido, monoshock traseiro e um freio a disco dianteiro mordido por uma âncora radial e pinça de pistão duplo, supostamente com o sistema de freio combinado que, por exemplo, o Bajaj NS125 apresenta na Argentina, e atua com parte do freio dianteiro para complementar ao pisar na parte de trás.

Além disso, essa naked tem rodas de liga leve de 17 polegadas, iluminação totalmente em LED com farol circular e instrumentação por meio de tela TFT, com conexão Bluetooth e um app dedicado. Segundo a Niu, esta moto chegará às concessionárias europeias no decorrer de 2022 pelo preço de 7 mil euros, aproximadamente R$ 45.000.

Mais motos elétricas: Vmoto Stash

A Super Soco também apresentou na EICMA suas motos elétricas chamada de Vmoto, e deu início a algumas prévias de seu primeiro modelo: a Vmoto Stash.

Ela utiliza um motor elétrico de 6 kWh localizado bem próximo ao solo e sua potência se assemelha a de uma motocicleta a combustão de 125 cm³. Não é exagero pensar que o modelo desenvolve uma capacidade próxima a 8 ou 10 cv. Sua velocidade máxima é de cerca de 105 quilômetros por hora e a autonomia prometida é de 240 km, embora levando o motor à potência total deve ser difícil ultrapassar os 120 km com uma única carga.

Equipada com uma carenagem que a faz parecer uma sport, esta máquina possui um banco duplo com corte esportivo de 785 mm de altura e inclui faróis totalmente em LED com uma luz DRL em forma de U.

A Vmoto Stash 2022 incorpora um chassi de aço tubular com garfo invertido, rodas de liga leve de 17 polegadas e freios a disco em ambas as rodas, com pinças radiais e o mesmo sistema de freio combinado mencionado na Niu RQI.

Zero SR Concept

A marca americana Zero Motorcycles continua a se estabelecer no mercado de motos elétricas e apresentou a sua nova Zero SR 2022, conceito da próxima geração do modelo que dá nome e características a toda uma família de motos elétricas.

Sem dúvida, essa é uma das motocicletas elétricas mais potentes do mercado,  já que a SR conta com um motor de corrente alternada ZF 75-10, com ímãs permanentes e refrigeração passiva a ar,  capaz de entregar 74 cavalos de potência de potência, e um torque de 0,1 kgf.m, o suficiente para atingir uma velocidade máxima de quase 170 km/h.

A capacidade das baterias é variável e depende dos acessórios opcionais que podem ser adicionados ao modelo. A base oferece 14,4 kWh, embora permita expandir até 17,3 kWh através do sistema operacional Cypher Stor, e até 20,9 kWh graças ao tanque de força.

O que não muda no novo Zero é o chassi tubular de aço, com suspensões Showa ajustáveis e freios com disco duplo dianteiro de 320 mm e disco único traseiro de 240 mm. O peso total da moto é de 222 quilos.

Acompanhe a galeria de fotos das motos elétricas:

  • Confira as motos elétricas reveladas no EICMA

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas mídias sociais!
– 
Instagram – Facebook – YouTube – Twitter

Conteúdo Recomendado

Comentários