Card image
Notícias
MotoGP: Dovizioso na Ducati por mais dois anos

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 30/05/2018
  • Por: Carlos Bazela

Andrea Dovizioso, Jorge Lorenzo, Ducati, MotoGP, Mundial de Motovelocidade, motos, competições, corrida, GP da Itália, Mugello, contrato, renovação, Casey Stoner, Barcelona, motociclismo, Motociclismo Online, Revista MotociclismoO italiano Andrea Dovizioso conseguiu entrar em um acordo com a Ducati e renovou com a equipe de fábrica da marca de Borgo Panigale por mais dois anos. O piloto da MotoGP recusou a primeira oferta feita pela equipe, mas conseguiu renegociar os termos – e provavelmente os valores – do seu contrato para as temporadas de 2019 e 2020. A notícia vem para fazer a alegria dos fãs da Ducati, já que desde Casey Stoner um piloto da marca não se mostrava verdadeiramente competitivo para lutar pelo título.

“O casamento com a Ducati vai continuar pelos próximos dois anos”, disse Dovizioso. “Acredito que, juntos, fizemos um trabalho fantástico até agora, mas não é suficiente: queremos mais e estamos felizes por termos alcançado um acordo que nos permite trabalhar com tranquilidade para obter melhores resultados. Temos duas temporadas e meia à nossa frente, todo o tempo que precisamos para tentar trazer para casa o título mundial, que é o nosso objetivo. Estou muito satisfeito com o apoio que recebi de muitas pessoas nos últimos dias. Nunca imaginei ficar tantos anos na Ducati e a nossa é realmente uma ótima história”, comentou.

Andrea Dovizioso, Jorge Lorenzo, Ducati, MotoGP, Mundial de Motovelocidade, motos, competições, corrida, GP da Itália, Mugello, contrato, renovação, Casey Stoner, Barcelona, motociclismo, Motociclismo Online, Revista MotociclismoA Ducati agora está se preparando para correr em casa, uma vez que a próxima etapa, a sexta do Mundial, que acontece no próximo fim de semana, será justamente o Grande Prêmio da Itália, realizando no Autódromo de Mugello.  Entretanto, o italiano prefere não antecipar nada. “É difícil fazer previsões sobre o GP italiano, pois nesse ano cada corrida é diferente uma da outra. Nossos rivais foram rápidos nos testes há algumas semanas, mas nós mostramos que somos sempre rápidos na prova e certamente seremos competitivos em Mugello”, afirmou Andrea Dovizioso.

Mas, quem ainda precisa mostrar serviço na Ducati é Jorge Lorenzo, cuja renovação de contrato está incerta e muitos boatos na imprensa internacional já afirmam que não acontecerá. “Eu venho com muito entusiasmo para o GP da Itália para conseguir um bom resultado. Não estamos longe de lutar pelo pódio e só precisamos de mais um pequeno passo em frente para sermos realmente competitivos: penso que podemos fazê-lo em Mugello. O teste da semana passada em Barcelona foi muito bom e vamos ter algo novo aqui para melhorar a ergonomia da minha moto, o que pode melhorar minha consistência ao longo da corrida. Mugello é um lugar especial, um dos meus circuitos favoritos e eu tenho muitas boas recordações. Estou pronto e muito animado com esse fim de semana”, comentou o piloto espanhol.

Conteúdo Recomendado

Comentários