Card image
Competições
MotoGP: Bagnaia na Ducati, Zarco e Martin na Pramac

5 Minutos de leitura

  • Publicado: 30/09/2020
  • Por: Willian Teixeira

A Ducati confirmou seus pilotos para a próxima temporada da MotoGP. Além de Jack Miller, que estava anunciado desde antes do início da temporada, a equipe oficial de Borgo Panigale terá Francesco Bagnaia em 2021.

O italiano, que é atual companheiro de Miller na Pramac, seguirá os passos do australiano, e os dois vão pilotar no time de fábrica da Ducati ano que vem. Bagnaia, que foi campeão da Moto2 em 2018, está na MotoGP desde o ano passado com a equipe satélite da Ducati, e vem se mostrando cada vez mais competitivo.

MotoGP: Bagnaia na Ducati, Zarco e Martin na Pramac
Pecco Bagnaia será companheiro de Jack Miller na equipe oficial da Ducati em 2021 (Divulgação/Pramac)

“Sou a pessoa mais feliz do mundo, ser piloto oficial da Ducati é um sonho que se torna realidade. Sempre foi minha ambição e tenho conseguido junto com todos aqueles que sempre acreditaram em mim mesmo quando tudo não se saia bem”, comemora Bagnaia.

O francês Johann Zarco e o espanhol Jorge Martin foram recrutados para ocupar o posto dos dois na equipe satélite na próxima temporada. O primeiro corre a temporada 2020 pela Avintia, que também é time satélite da Ducati na MotoGP, enquanto o espanhol, que faturou o título da Moto3 em 2018, faz sua segunda temporada na Moto2 pela Red Bull KTM Ajo.

MotoGP: Bagnaia na Ducati, Zarco e Martin na Pramac
Johann Zarco deixa Avintia e vai para Pramac em 2021 (Gold & Goose/Red Bull Content Pool)

Veja também:
Quartararo vence na Catalunha e retoma liderança da MotoGP
Rossi fica! Confirmado acerto com a SRT Yamaha para 2021
Suzuki é campeã do Mundial de Endurance

Segundo a Ducati, todos os pilotos vão competir com a última versão das motos Desmosedici GP, todas com as mesmas especificações técnicas.

MotoGP: Bagnaia na Ducati, Zarco e Martin na Pramac
Jorge Martin sobe para MotoGP em 2021, vai correr na Pramac Racing, time satélite da Ducati (Gold & Goose/Red Bull Content Pool)

Claudio Domenicalli, diretor-executivo da Ducati, celebrou o acordo com os pilotos, e destaca que é essencial seguir investindo em pesquisa e desenvolvimento, sem medo de inovar para ter sucesso. “Por isso que fico empolgado com a chegada de pilotos jovens e talentosos que nos ajudam a olhar para o futuro com otimismo. Miller e Bagnaia mostraram este ano que podem aproveitar o potencial do nosso Desmosedici GP bike e ganharam esta oportunidade”, diz o dirigente.

Com essas confirmações, resta apenas uma vaga aberta na Avintia para a temporada 2021, uma vez que apenas Tito Rabat está confirmado para o próximo ano. Entre candidatos a vaga está Luca Marini, irmão de Valentino Rossi e atual líder da Moto2.

Já entre as outras equipes, apenas Aprilia e LCR Honda não confirmaram seus pilotos para 2021. Vale ressaltar que a equipe satélite da Honda tem a tradição de sempre contar com um piloto japonês, ou seja, Nakagami deve seguir no próximo ano, enquanto a escuderia italiana aguarda uma definição para o caso de Andrea Iannone, atualmente suspenso por doping.

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas redes sociais!
– Instagram – Facebook – YouTube – Twitter