Card image
Notícias
KTM vai lançar 390 Adventure ano que vem

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 21/06/2018
  • Atualizado: 23/07/2018 às 18:57
  • Por: Carlos Bazela

KTM, 390 Adventure, 390 Duke, Duke 390, BMW, G 310 GS, motos, trail, premium, dual sport, India, Itália, Alemanha, Brasil, monocilíndrica, EICMA, o Salão de Motos de Milão, Intermot, Salão de Colônia, motociclismo, Motociclismo Online, Revista Motociclismo A KTM vai lançar uma trail de baixa cilindrada com base na mesma plataforma da Duke 390, cuja nova geração chegou ao Brasil recentemente. A confirmação veio de ninguém menos do que Amit Nandi, vice-presidente da Bajaj e chefe da marca austríaca na Índia.  “Com a 390 Adventure – avistada em testes pelo site britânico Motorcyclenews – nós faremos nossa longamente aguardada entrada no segmento de motos dual-sport premium, que é bastante apropriado para as ruas e estradas indianas”, disse o executivo à imprensa local.

O motor será o monocilíndrico de 373,2 cm³ DOHC de arrefecimento líquido, que é capaz de gerar na Duke 44 cv de potência máxima a 9 000 rpm, enquanto o torque é de 3,77 kgf.m disponíveis nos 7 000 giros. Garfo dianteiro invertido WP e até o painel TFT colorido são outros itens disponíveis na naked que podemos esperar na pequena trail da marca austríaca, que ao lado da BMW G 310 GS, que será sua concorrente direta, promete manter o segmento um degrau acima.

No visual, pelo que o modelo avistado em testes dá a entender, a 390 Adventure deve herdar bastante dos protótipos que disputam o Rally Dakar, assim como a 790 Adventure R, que também está em vias de ser lançada no mercado. Resta agora saber se a KTM vai aproveitar seu legado no off-road e oferecer uma trail com pneus de uso misto e rodas raiadas boa para sair do asfalto ou se irá se manter mais comportada, como fez a BMW, que prefere estradas pavimentadas.

De qualquer forma, com o lançamento iminente, o aspecto final e as especificações da nova aventureira da Casa de Mattighofen não deverão ser mantidos em segredo por muito tempo. Já que a moto chega ao mercado internacional no ano que vem, a lógica é que ela apareça primeiro em outubro, durante o Intermot, o Salão de Colônia, na Alemanha ou, se a KTM quiser manter o suspense até o limite, no EICMA, o Salão de Motos de Milão, que acontece em novembro, na Itália.

Conteúdo Recomendado

Comentários