Card image
Notícias
Kawasaki Z H2 SE ganha suspensões semiativas e Brembo Stylema

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 01/12/2020
  • Atualizado: 07/12/2020 às 8:40
  • Por: Alexandre Nogueira

A Kawasaki Z H2 é a maior sensação das motocicletas naked esportivas e causou furor e indignação nos consumidores que a princípio não entenderam como uma motocicleta sem carenagem integral e com um motor sobrealimentado que rende 200 cv poderia proporcionar um passeio prazeroso e seguro.

A Kawasaki Z H2 padrão é agora oferecida apenas na cor total black, mesclando peças em preto metálico e preto brilhante. As especificações se mantêm inalteradas e ela vem equipada de série com ABS. A potência máxima da Z H2 é equivalente à da Ninja H2 SX SE, com 200 CV a 11.000 rpm e com os 14 kgf.m de torque máximo entregues a 8.500 rpm, 1.000 rpm mais cedo que na H2 SX SE.

Kawasaki Z H2 2021: US $ 17.500 apenas na cor preta (Divulgação)

Veja também:
Kawasaki Z H2: conheça os segredos da naked esportiva
Forza 350 e mais dois modelos chegam ao Brasil em 2021
Triumph Tiger 900 Rally vai além da sua imaginação

Agora, a Casa de Akashi apresenta a Z H2 SE, uma variante mais sofisticada e equipada com suspensão semiativa controlada eletronicamente usando a tecnologia SHOWA Skyhook EERA. O sistema de suspensão eletrônica semiativa KECS, baseado no Skyhook EERA da SHOWA, oferece um comportamento estável como se a motocicleta flutuasse nas irregularidades da estrada. O sistema monitora e controla as suspensões em milésimos de segundo através de uma válvula solenoide, e pode responder em tempo real a quaisquer irregularidades do solo, lombadas, buracos, emendas, bem como a tocada esportiva, e o comportamento muda conforme o modo de pilotagem escolhido Sport, Road, Rain e um de configuração manual personalizável pelo próprio piloto.

Kawasaki Z H2 SE 2021: suspensões semiativas e Brembo Stylema (Divulgação)

Na Kawasaki Z H2 SE a suspensão dianteira fica a cargo de um garfo Showa SFF-CA de cartucho, com tubo interno de 43mm e função separada em cada bengala, e na parte traseira vem instalado um monoamortecedor Showa BFRC, ambos com ajuste eletrônico, e diga-se de passagem, o melhor e mais moderno equipamento que a marca japonesa tem a oferecer.

Além disso, para responder às altas velocidades com a máxima eficiência, a Z H2 SE vem equipada com o sistema de freio dianteiro Brembo Stylema, com bomba radial e duas pinças monobloco com baixo peso e excelente desempenho de resfriamento, casadas com dois discos de 320 mm.

Kawasaki Z H2 2021: painel TFT e manoplas aquecidas (Divulgação)

Nos Estados Unidos, a Kawasaki Z H2 custa US $ 17.500 e a Z H2 SE custa US $ 19.700

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas redes sociais!
– Instagram – Facebook – YouTube – Twitter