Card image
Notícias
Kawasaki volta às origens com a Z900RS

1 Minuto de leitura

  • Publicado: 26/10/2017
  • Por: Carlos Bazela

Depois de lançar teasers anunciando o lançamento de uma moto com visual retrô, a Kawasaki finalmente revelou ao mundo a Z900RS. O modelo, que presta homenagem à Z1, precursora da famosa linhagem de nakeds da marca verde, reúne modernidades como o propulsor injetado, freios ABS, embreagem deslizante e controle de tração em dois níveis com visual que parece saído diretamente das ruas da década de 1970.

O design simples encanta aos mais puristas, mas os detalhes chamam a atenção de quem gosta de tecnologia. O farol arredondado é composto por vários conjuntos de LEDs com intensidades diferentes para iluminação diurna e noturna. Já o escape único do lado direito tem desenho minimalista, mas foi “afinado” por meio de um estudo aprofundado por parte da Kawasaki até encontrar o som que mais agrade aos motociclistas.

A mesma coisa acontece com o painel, que traz dois mostradores analógicos e, acomodado entre eles, um funcional display digital com fundo escuro e diversas informações expostas em branco, como indicador de marcha engatada, combustível, termômetro, relógio, quilometragem percorrida e dados do controle de tração. O coração da Z900RS é o mesmo tetracilíndrico de 948 cm³ arrefecido a líquido com comando duplo no cabeçote (DOHC). Mas, com potência máxima reduzida de 125 para 111 cv a 8.500 rpm, enquanto o torque máximo se mantém nos 10 kgf.m da Z900 que conhecemos, mas chega mais cedo, aos 6.500 giros.

O quadro é tubular tipo diamond e as suspensões se dividem em garfo dianteiro invertido e balança traseira com link. Nos freios, discos duplos dianteiros de 267 mm e solo de 216 mm com ABS de série ficam encarregados de parar a naked. Por enquanto, a Kawasaki não anunciou o preço e a data de início das vendas da nova moto, mas prometeu fazer isso no EICMA, o Salão de Motos de Milão, daqui duas semanas. A nós aqui no Brasil, resta torcer para que venha para cá.

Conteúdo Recomendado

Comentários