Card image
Notícias
Kawasaki revela possível integrante da linha Z com motor da H2

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 23/09/2019
  • Atualizado: 24/09/2019 às 8:49
  • Por: Alexandre Nogueira

A Kawasaki divulgou um vídeo teaser dando sinais de que uma nova integrante da linha Z está a caminho. Ao que tudo indica, trata-se da topo de linha de alta cilindrada da família Z, que deve estrear no Salão de Tóquio, entre 24 de outubro e 4 de novembro ou no EICMA Salão de Milão, que acontece entre 5 e 10 de novembro.

Ilustração da possível nova supercharger da linha Z (Divulgação)

Fontes internacionais especulam que trata-se de uma variante da Ninja H2, a nova versão naked. da marca reconhecida pela famosa cor verde Kawasaki. As nakeds da Kawasaki normalmente derivam dos modelos esportivos, como no caso da Z 400 e Ninja 400, ou Z 1000 e ZX 10-R, por isso é bem provável que uma naked derivada da H2 seja a nova arma da fábrica.

Teaser revela possível integrante da linha Z com motor supercharger (Divulgação)

Veja também:
Kawasaki lança Ninja H2 SX SE no Brasil
Famosa nos anos 1980, Suzuki Katana está de volta
Aprilia lança exclusiva RSV4 X para apenas 10 felizardos

As novas normas de emissões EURO5 chegam em 2020 então as montadoras estão adequando seus motores e modelos para enquadrá-los nas novas normas mantendo a potência específica. Por isso os motores sobrealimentados são bem vindos, pois é uma solução que aumenta substancialmente a potência dos motores, mantendo a mesma cilindrada.

O supercharger pode dobrar a potência mantendo a cilindrada (Divulgação)

A Kawasaki Z 1000SX vinha sem alterações desde 2010 e mesmo esta versão atual 2019, não cumpre as novas normas EURO5, por isso as especulações sobre uma nova Z 1000SX baseada na Ninja H2 são bem embasadas.

A Kawasaki do Brasil tem em linha a Ninja H2 SX SE+, uma versão amansada da H2, com malas rígidas e perfil estradeiro, para encarar longas jornadas com muito conforto e economia sem abrir mão da esportividade. A Ninja H2 SX SE+ tem 200 cavalos de potência a 11.000 rpm e torque de 14,0 kgf.m. Eu já testei a Z 1000 por diversas vezes e posso garantir que é uma motocicleta maravilhosa, simples, poderosa, fácil e deliciosa de andar, por isso, esperamos que a nova integrante de alta cilindrada da linha Z faça jus e dê sequencia ao legado da Z 1000.

Ninja H2 SX SE+: esportividade e conforto em perfeito equilíbrio (Divulgação)

Conteúdo Recomendado

Comentários