Card image
Notícias
Mais equipada, Kawasaki Z900 SE é lançada na Europa

4 Minutos de leitura

  • Publicado: 20/09/2021
  • Por: Ismael Baubeta

A Kawasaki lança a versão SE da Z900 com componentes mais elaborados para melhorar a performance da consagrada naked japonesa.

A Kawasaki Z900 já era uma motocicleta bem concebida e capaz de alegrar quem estivesse ao guidão, mas com novas suspensões e freios, o que já era divertido deve tornar-se ainda mais eletrizante.

Kawasaki
Basta um olhar mais atento para identificar a Kawasaki Z900 SE, as bengalas douradas, as pinças radiais e o amortecedor traseiro dão a letra de que é ela. (Foto: Divulgação)

Veja também:
Conheça as 20 motos mais emplacadas em agosto
Equipamentos de segurança vão muito além do capacete
Conheça Socorro, nosso Destino Duas Rodas

A Kawasaki decidiu incrementar o desempenho da Z900 e, como nas demais motos da marca com a sigla SE (Special Edition) selecionou as suspensões da sueca Öhlins e freios Brembo, para oferecer ainda mais esportividade para o modelo.

Kawasaki
O design da ‘SE’ é o mesmo, mas as suas virtudes foram aperfeiçoadas com os novos componentes. (Foto: Divulgação)

Novas suspensões

Na dianteira foram instaladas as bengalas Öhlins de 41 mm de diâmetro com ajustes na pré-carga de mola, compressão e retorno hidráulicos, de funcionamento mais refinado e maiores possiblidades de customização de acordo com o gosto do piloto.

Atrás o amortecedor S46, também Öhlins, tem o ajuste de pré-carga da mola através de manípulo de fácil acesso.

Kawasaki
O amortecedor quase horizontal tem fácil acesso à regulagem de pré-carga da mola.

Freios mais poderosos

Na linha de freio a Kawasaki optou pelo que há de melhor no mercado, pinças radiais monobloco de quatro pistões modelo M4.32, da italiana Brembo, que mordem dois discos de 300 mm de diâmetro e têm pegada forte tato finíssimo. A bomba de acionamento de freio é Nissin, também radial.

As mangueiras de freio são do tipo aeroquipe, revestidas de malha de aço, para conferir potência extra e respostas mais precisas do sistema de freio. O sistema é assistido por ABS.

  • Kawasaki Z900 SE
  • Kawasaki Z900 SE

Virtudes mantidas

A Kawasaki Z900 SE mantém o design agressivo e moderno que a caracterizam e a marca batizou de “Sugomi Styling” e estará disponível em duas cores, Metallic Spark Black e Candy Lime Green.

A Kawasaki mantém as excelentes virtudes do motor de quatro cilindros em linha, 948 cmᵌ capaz de render 125 cv a 9.500 rpm e 10,1 kgf.m a 7.700 rpm de potência e torque máximos que tanto elogiamos no teste (leia aqui).

Kawasaki
A Z900 SE tem mais aptidão para divertir na pilotagem em circuitos.

Controles eletrônicos

A Z900 SE mantém todos os componentes eletrônicos de auxílio e segurança da versão básica. Dois modos de entrega de potência nos três modos de pilotagem, três níveis de controle de tração e ABS.

A Z900 mantém a ilumiação total LED, painel em TFT colorido com conexão via bluetooth e pode ser acessado pelo App Rideology, que permite acessar várias informações da motocicleta e dos trajetos realizados.

Kawasaki Z900 SE
O painel é em TFT e tem conexão bluetooth. O App Rideology, permite acessar informações e configurações da motocicleta.

A Kawasaki ainda não divulgou o preço da Z900 SE, mas especula-se que na Europa deva ficar em torno dos 12 mil euros, algo em torno de R$ 75.000, em conversão direta.

Kawasaki Z900 SE

Em breve A Kawasaki deve trazer a versão SE para o Brasil, afinal os motociclistas brasileiros também gostam e investem nas motos de alto desempenho.

Conteúdo Recomendado

Comentários