Card image
Notícias
Jawa vai voltar a vender motos na Europa

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 27/04/2020
  • Atualizado: 28/04/2020 às 17:24
  • Por: Willian Teixeira

Controlada desde 2018 pela Classic Legends Private Limited, subsidiária da Mahindra, a Jawa tem planos para voltar a comercializar motocicletas na Europa. A marca havia encerrado suas atividades em 2016, mas após onegócio com a fabricante indiana, ela voltou a operar em mercados como a própria Índia, onde oferece três modelos: Jawa, Forty-Two, e Perak.

Ainda não se sabe quais motocicletas a fabricante pretende comercializar na Europa, até mesmo por causa das normas do Euro5. Segundo rumores que circulam na imprensa internacional, o carro chefe da marca deve ser a Jawa Perak, que tem motor bicilíndrico com 334 cm³ com 30 cv e 3,1 kgf.m. Os outros dois modelos contam com motor monocilíndrico de 293 cm³ DOHC e arrefecimento líquido, capaz de gerar 27 cv e torque máximo 2,8 kgf.m.

Jawa Fourty-Two
Controlada por subsidiária da Mahindra, Jawa volta a vender motos na Europa (Divulgação)

Veja também:
Ducati anuncia retomada da produção na Itália
Fantic Caballero ganha série especial de 50 anos
Renomadas no exterior, desconhecidas no Brasil (parte 3)

De origem chega, a marca iniciou suas atividades na cidade de Praga, em 1929. Seu nome é uma junção das primeiras letras do sobrenome do seu fundador, František Janeček com as primeiras letras do nome da companhia alemã Wanderer, da qual derivava como um braço para produção de motocicletas.

Jawa Perak
Jawa Perak deve ser o carro chefe da marca tcheca em sua volta à Europa (Divulgação)

Os modelos da Jawa são do segmento das clássicas modernas, ou seja, a marca vai concorrer com Triumph e Royal Enfield. Os planos para sua volta à Europa estavam previstos para este ano, mas podem atrasar por causa da pandemia do coronavírus.

Os preços de suas motos para a Europa ainda não foram definidos, mas na Índia a Perak é comercializada por 194.500 rúpias, algo em torno de R$ 14.500 em conversão direta. Será que esses modelos fariam sucesso no Brasil?

Conteúdo Recomendado

Comentários