Card image
Notícias
Honda traz Monkey de volta ao mercado europeu

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 08/05/2018
  • Por: Carlos Bazela

Honda, Monkey, John Lennon, motos, funbike, Europa, Beatles, volta, pequena, ciclomotor, motociclismo, Revista Motociclismo, Motociclismo Online, retorno, motonetaA pequena moto que encantou até o ex-beatle John Lennon está de volta ao mercado Europeu. Para a felicidade de diversos entusiastas do modelo setentista, a Honda anunciou o retorno da Monkey para as concessionárias do Velho Mundo em uma versão repaginada e com diversos elementos modernos, como o painel digital, o farol em LED e até um sistema de freio ABS com IMU (Unidade de Medida Inercial) para evitar que a roda traseira levante em frenagens mais bruscas, mas tudo isso embalado no visual retrô que a consagrou.

Condizente com as novas regras de emissão de poluentes da Europa, a Monkey recebeu um motor monocilíndrico injetado de comando único no cabeçote (SOHC) de 125 cm³ arrefecido a ar. O propulsor é capaz de gerar 9,38 cv de potência máxima a 7 000 rpm, enquanto o torque é de 5 250 giros e o câmbio é de quatro velocidades.

Honda, Monkey, John Lennon, motos, funbike, Europa, Beatles, volta, pequena, ciclomotor, motociclismo, Revista Motociclismo, Motociclismo Online, retorno, motonetaA nova Monkey ainda recebeu itens dignos de uma moto maior, como suspensão dianteira invertida e freios a disco em ambas as rodas. Com um tanque de apenas 5,6 litros de capacidade, a moto compensa pela autonomia, que segundo a Honda é de 67 quilômetros por litro. O baixo peso, de apenas 107 kg em ordem de marcha é outro ponto a favor da pequena funbike, que continua acessível a todos os tipos de pilotos, uma vez que suas rodas aro 12’’ e o pequeno curso da suspensão deixam seu assento a apenas 775 mm do chão.

Conhecida pelo sucesso que fez na década de 1970, a primeira Monkey surgiu dez anos antes. Em 1961, ainda como um ciclomotor de 49 cm³, o modelo trazia rodas de 5” e foi feito para ser usado em parques de diversões japoneses. Com suspensão rígida e guidão dobrável, a verdade é que ela também parecia um brinquedo, aspecto que conserva até hoje como traço principal da sua personalidade divertida. A nova encarnação da moto será vendida na Europa nas cores amarela, preta e vermelha, todas mescladas com branco.

Conteúdo Recomendado

Comentários