Card image
Notícias
Honda mostra customizações para Rebel 1100

4 Minutos de leitura

  • Publicado: 13/07/2021
  • Atualizado: 14/07/2021 às 9:51
  • Por: Willian Teixeira

Lançada no final do ano passado pela Honda, a CMX 1100 Rebel tem a customização entre seus diferenciais, assim como sua “irmã menor”, a CMX 500 Rebel, que de acordo com a marca foi a segunda moto custom mais vendida na Europa em 2020.

E para evidenciar ainda mais essa característica, a marca apresentou duas unidades personalizadas em conjunto com os profissionais da renomada oficina de customização francesa FCR Original, a CMX Sport e a CMX Bobber. Elas seriam expostas em Biarritz durante o tradicional festival Wheels and Waves, ao lado de dez CB 650R personalizadas por revendedores locais, mas o evento foi cancelado em virtude da pandemia da Covid-19.

Veja também:
LiveWire revela a One, sua primeira motocicleta
Royal Enfield Meteor 350 chega para reinar sozinha
A moto é segura? Depende do fator humano!

Começando pela CMX Sport, que foi concebida para destacar o lado prático da motocicleta e ao mesmo tempo conferindo a ela um visual mais esportivo. Uma das mudanças feitas permitiu a instalação de um par de amortecedores traseiros pretos da Öhlins, além de rodas da CB 500F calçadas com pneus Dunlop.

Para conceber a carroceria foi feito um completo estudo em 3D, resultando na adoção de um tanque personalizado, feito com poliéster, carbono e enchimento de alumínio. A traseira tem uma lanterna com iluminação em LED. O para-lama dianteiro foi posicionado 25 mm mais baixo, enquanto seu guidão foi reposicionado, aprimorando a ergonomia durante a pilotagem. O velocímetro foi reposicionado, ficando na mesa superior.

Seus apoios para os pés foram produzidos artesanalmente e estão posicionados mais a frente, conferindo um visual mais esportivo. A pintura em preto e vermelho prestam uma sutil homenagem às motos clássicas da Honda. O motor não passou por modificações, mas o escape foi revisado, ganhando um sistema desenvolvido pela FCR Original em aço inoxidável.

Já a CMX Bobber tem como propósito evidenciar a diversão na pilotagem, além de reforçar o espírito da personalização. Ela herda mais itens originais da moto, como braço oscilante e suspensão, mas ambos foram rebaixados em 25 mm. As rodas são personalizadas, possuem raios pretos e são equipadas com grossos pneus Bridgestone.

A moto ganhou um guidão e para-lama frontal em alumínio, assento em couro com nervuras, além de moldura do painel com pintura diferenciadas. O tanque de combustível também é em poliéster e carbono, recebendo pintura personalizada em diferentes tons de cinza com uma faixa em azul claro no meio. O escape é FCR Original revestido em cerâmica, dando o toque final e destacando a beleza da moto.

Concebida para oferecer uma pilotagem descontraída e entusiasmante ao mesmo tempo, a CMX 1100 Rebel é movida por um motor bicilíndrico de 1.084 cm³ derivado do que é utilizado na CRF 1100L Africa Twin, modelo que foi lançado recentemente no Brasil. Será que a custom da marca da asa faria bonito por aqui? Enquanto ela não pinta por aqui, só nos resta apreciar o modelo e suas customizações. Conta pra gente nos comentários qual delas é a sua preferida!

Conteúdo Recomendado

Comentários