Card image
Notícias
Honda reporta alta nas vendas e estima novo crescimento para 2022

3 Minutos de leitura

  • Publicado: 21/01/2022
  • Por: Willian Teixeira

Líder em vendas do mercado brasileiro, a Honda Motos reportou resultados positivos para o ano de 2021. A marca da Asa registrou 24% de crescimento no volume total de motocicletas emplacadas, com mais de 882 mil unidades entre janeiro e dezembro de 2021 contra 711 mil no mesmo período de 2020.  

A produção na fábrica de Manaus também acompanhou a tendência e cresceu 23%, encerrando o ano com cerca de 933 mil unidades montadas em 2021, enquanto em 2020 foram feitas 909 mil motos.

Os dados do último ano superam os patamares de vendas e produção de 2019, período pré-pandemia, quando foram emplacadas cerca de 853 mil unidades e produzidas 909 mil motocicletas em Manaus. 

Em termo de emplacamentos, o principal destaque no período foi a linha CG 160, que registrou 314 mil unidades, ou seja, 35% do total de vendas da Honda em 2021. Ao lado da NXR Bros 160, líder de vendas no segmento trail, desponta no ranking dos modelos mais vendidos da Honda. 

Honda reporta alta nas vendas e estima novo crescimento para 2022

Leia mais:
Opinião: O Fusca, a CG e o arroz com feijão
A nova Honda CBR 1000RR-R Fireblade é impecável!
Honda registra patente da sport-touring NT 1100 no Brasil

Um dos segmentos de maior destaque foi o do scooters, que cresceu 39% no último ano e superou a marca dos 104 mil emplacamentos. A Honda Motos fechou 2021 com cerca de 60% de participação e a liderança da PCX, enquanto a pequenina Elite registrou 55% de alta nos emplacamentos. 

Apesar do crescimento das vendas de scooters, a gama SH não acompanhou a tendência e foi descontinuada. Segundo a Honda, a retirada dos modelos de seu line up faz parte da estratégia para o segmento, visando fortalecer a produção de PCX e Elite. Já no nicho de alta cilindrada, que teve dois importantes lançamentos – CBR 1000RR-R Fireblade e CRF 1100L Africa Twin – os emplacamentos avançaram 18%.

Honda reporta alta nas vendas e estima novo crescimento para 2022

Para 2022, a expectativa da Honda é ter um crescimento de 10% nos emplacamentos, apesar das incertezas do cenário econômico e de uma possível evolução da pandemia. A empresa segue acreditando na relevância da motocicleta para o Brasil e na visão de longo prazo do mercado nacional. 

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas mídias sociais!
– Instagram – Facebook – YouTube – Twitter

E para manter sua posição de destaque no mercado brasileiro, a Honda já anunciou três novidades para seu line-up: as novas CB 1000R, X-ADV e NC 750X, sendo que esta última terá dois tipos de transmissão – convencional e DCT. Além delas há a expectativa da chegada do Forza 350, que já estava prometido para 2021 mas acabou não sendo lançado por aqui.

Conteúdo Recomendado

Comentários