Card image
Notícias
Honda divulga preço da nova geração da XRE 300

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 05/11/2018
  • Por: Marcelo Barros

Após o lançamento da nova geração da trail XRE 300 na Convenção Nacional 2018 da Honda, no fim de outubro, em Florianópolis (SC), a grande dúvida dos motociclistas ficou no novo preço. Nesta segunda-feira, dia 5, a marca divulgou em seu site oficial, o www.honda.com.br, o esperado preço das versões da XRE 300, modelo 2019, que de acordo com a Honda, chegam às concessionárias da marca até o fim de novembro. Para São Paulo, a previsão é até dia 17, na segunda quinzena do mês.

Desde seu lançamento, a XRE 300 fez boa fama pela posição de pilotagem confortável e o desempenho suficiente para encarar também as estradas, pelas ótimas suspensões (com 245 mm de curso na dianteira e 225 mm na traseira) e os freios eficientes.  As grandes diferenças desta nova geração são as carenagens, bem mais bonitas e que deram novos ares a XRE 300, que ficou mais próxima visualmente da XRE 190. Agora todas as luzes são em LED, o que além de deixar a moto mais bonita, melhora a segurança, pois farol, lanterna e setas em LED tem maior poder de iluminação.

Veja também:
Elite 125 é o novo scooter de entrada da Honda no Brasil
Honda revela novidades para CG Titan, Pop, PCX e SH 300
Honda confirma CB 1000R para o Brasil em 2019

O sistema de freios mudou. Antes a marca utilizada o C-ABS, sistema de freio antibloqueio com ação combinada. Agora, usa só ABS, nas duas rodas. As alterações nas carenagens e a troca do C-ABS pelo ABS geraram 5,4 kg de redução, ficando com 148 kg (peso seco). Para uma moto dessa cilindrada, acredite, essa redução ajuda, pois o desempenho do motor é melhor aproveitado.  Falando nisso, o propulsor é o mesmo monocilíndrico de 291,6 cm³, flex. Com gasolina, rende de acordo com a Honda 25,4 cv de potência máxima a 7 500 rpm. O pico de torque é de 2,76 kgf.m, entregues a 6 000 rpm.

As versões Rally e Adventure, onde muda apenas o grafismo e pintura, tem preço diferente. Elas custam quase 500 reais mais caro (R$ 18 690), se comparado à versão base, que está disponível nas cores azul escuro perolizado e prata metálico, por R$ 18 200, preço público sugerido, sem o frete, com base em SP. Foi um aumento mínimo no preço da versão base, se comparado ao modelo 2018, que custava R$ 18 098.

O mercado trail brasileiro

No mercado brasileiro, a XRE 300 é a segunda moto trail mais vendida, perdendo apenas para a irmã menor Bros 160. Além disso, é a décima moto mais vendida no Brasil, se juntar todas as categorias, de acordo com o balanço da Fenabrave com base em setembro.

Suas principais concorrentes são da Yamaha. As trail XTZ 250 Lander e XTZ 250 Ténéré, que devem ganhar uma atualização ainda em 2018, para se adequar no mínimo a legislação dos freios, que impõe o uso de freio combinado (CBS) ou freio antibloqueio (ABS) nas motos.

Vamos aguardar como o mercado trail reagirá à nova XRE e o que a concorrência vai apresentar para entrar na disputa do coração dos motociclistas aventureiros, que buscam uma moto acessível, para o dia a dia e aventuras esporádicas nos fins de semana e férias.

Conteúdo Recomendado

Comentários