Card image
Notícias
Honda CG: conheça as nove gerações da moto campeã

4 Minutos de leitura

  • Publicado: 31/08/2015
  • Por: admin

<p><br />
Recentemente a Honda lançou a nona geração da CG, a motocicleta mais vendida de todos os tempos no Brasil. Já foram produzidas, de 1976 até os dias de hoje, mais de 10,5 milhões de unidades. Para você saber mais deste modelo, um dos responsáveis pela folgada liderança da Honda no mercado brasileiro de motocicletas, construímos uma linha do tempo falando um pouco de cada uma das gerações. Veja:<br />
<br />
<br />
<img alt=" PRIMEIRA GERAÇÃO: 1976-1982" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/primeira_620x467.jpg" style="margin: 0px auto; display: block; width: 620px; height: 467px;" /><br />
<span style="line-height: 1.6em;">Foi em 1976 que a Honda lançou sua primeira motocicleta fabricada no Brasil. Nela, chamava a atenção a grande quantidade de componentes cromados, como os piscas, para-lamas, retrovisores, capas dos amortecedores e mais uma infinidade de itens. Neste modelo, o câmbio era de quatro marchas (todas para baixo), e graças a sua ótima qualidade de construção e também de projeto, o índice de quebras foi praticamente zero, originando a fama de uma motocicleta resistente que acompanha a linha CG até os dias de hoje. Foi graças às formas arredondadas do tanque de combustível, que essa geração ficou conhecida como “bolinha”. Em 1981 a CG foi a primeira moto do mundo a funcionar com etanol. Tratava-se dos esforços da fábrica em incluir sua moto no programa do governo chamado Pro-álcool.</span></p>

<p><br />
<img alt=" SEGUNDA GERAÇÃO: 1983-1988" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/segunda_620x467.jpg" style="margin: 0px auto; display: block; width: 620px; height: 467px;" /><br />
<strong><span style="line-height: 1.6em;">A segunda geração da Honda CG causou um grande furor já que todos esperavam por uma grande modernização do modelo. Ela ganhou uma quinta marcha e um completo redesenho da parte estética. As linhas curvas, deram lugar a elementos mais quadrados, seguindo a tendência da época. Na ciclística, uma balança traseira mais longa tornou o modelo mais confortável, que também melhorou por conta de um guidão mais alto. Completaram o quadro de mudanças, pneus mais largo, painel totalmente novo e tanque maior (com 12 litros).</span></strong></p>

<p><img alt="TERCEIRA GERAÇÃO: 1989-1993" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/terceira_620x467.jpg" style="margin: 0px auto; display: block; width: 620px; height: 467px;" /><br />
<span style="line-height: 1.6em;">Em 1989 a CG inaugurava sua terceira geração com um grande passo a caminho da modernidade e também da menor manutenção: o sistema de platinado era substituído pelo CDI, que passou a oferecer uma maior precisão à faísca da vela. Além dessa importante evolução, o motor também recebeu 69 alterações lhe garantindo um pequeno ganho em potência. No chassi, as alterações também foram grandes. Nada menos que 74!</span><br />
 </p>

<p><img alt="QUARTA GERAÇÃO: 1994-1999" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/cg1_620x467.jpg" style="margin: 0px auto; display: block; width: 620px; height: 467px;" /></p>

<p><strong><span style="line-height: 1.6em;">Segundo a Honda, a quarta geração recebeu 90 alterações em relação a anterior, incluindo no motor e nos freios. As mais notáveis foram de ordem estética. A linhas retas dessa vez deram lugar a outras curvilíneas, deixando a CG novamente “redondinha”. Com isso ela passou a ser mais confortável em função do melhor encaixe das pernas junto ao tanque, que por sua vez, ganhou mais um litro de capacidade, passando a comportar 13 litros.</span></strong><br />
 </p>

<p><img alt="QUINTA GERAÇÃO: 2000-2003" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/quinta_620x467.jpg" style="margin: 0px auto; display: block; width: 620px; height: 467px;" /><br />
<span style="line-height: 1.6em;">Depois de seis longos anos sem alterações, a Honda apresentou em 2000 a quinta geração da CG, cujo principal diferencial foi na estética. Mais arrojada e com formas que privilegiavam a ergonomia, a CG se tornava uma utility bike confortável como nenhuma outra geração até então.</span></p>

<p><img alt="SEXTA GERAÇÃO: 2004-2008" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/sexta_620x467.jpg" style="margin: 0px auto; display: block; width: 620px; height: 467px;" /><br />
<strong><span style="line-height: 1.6em;">A linha CG, em sua sexta geração, ganhou um moderno motor, com capacidade cúbica aumentada de 125 para 150 cm³. O novo propulsor se mostrou não só mais econômico, mas com um funcionamento bem mais suave e silencioso, em parte conseguido pelo sistema de balancins roletados. Outro destaque foi à implantação do sistema Shutter-Key, que impedia o acesso ao miolo da chave para coibir o furto da motocicleta.</span></strong></p>

<p><img alt="SÉTIMA GERAÇÃO: 2009-2012" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/setima_620x467.jpg" style="margin: 0px auto; display: block; width: 620px; height: 467px;" /><br />
<span style="line-height: 1.6em;">A motocicleta mais vendida do Brasil entra em sua sétima geração na era da injeção eletrônica. Com o novo sistema de alimentação, também veio uma completo redesenho, cujo diferencial ficava por conta do farol integrado a carenagem com os piscas embutidos e também da traseira cujos piscas eram incorporados à lanterna traseira. Meses após sua apresentação, a Honda lançou a versão flex que funcionava tanto com gasolina quanto com etanol.</span></p>

<p><img alt="OITAVA GERAÇÃO: 2014-2015" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/cg_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /><br />
<strong><span style="line-height: 1.6em;">Alterações no chassi deram a oitava geração, ainda mais agilidade. O modelo também ganhou painel digital e um visual completamente novo e bem mais atraente que a anterior. Foi nesta geração que foi introduzido o sistema de freio combinado, o CBS (Combined Brake System) que torna as frenagens mais seguras em função do funcionamento simultâneo da dianteira e traseira quando um deles é acionado.</span></strong></p>

<p><img alt="NONA GERAÇÃO: 2016" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/nona_620x467.jpg" style="margin: 0px auto; display: block; width: 620px; height: 467px;" /></p>

<p>A nona e atual geração da CG é apresentada. A maior novidade fica por conta da nova motorização de 160 cm³, que substitui as versões com motor de 150 cm³. Com um projeto totalmente novo, tanto na motorização quanto no chassi, a nona geração também trouxe design renovado e um porte volumoso capaz de confundir o modelo com uma motocicleta de maior cilindrada.</p>

<p><iframe allowfullscreen="" frameborder="0" height="349" src="https://www.youtube.com/embed/oX0Ht5l7brE" width="620"></iframe></p>

Conteúdo Recomendado

Comentários