Card image
Notícias
Harley e Yamaha pausam atividades em prevenção ao coronavírus

1 Minuto de leitura

  • Publicado: 25/03/2020
  • Por: Willian Teixeira

Harley-Davidson e Yamaha seguiram a decisão tomada por BMW e Honda e vão paralisar as atividades em suas fábricas no Brasil em prevenção ao coronavírus. Até o momento foram contabilizados mais de 2.500 casos em todo o país, com 59 óbitos.

A marca norte-americana ficará com as atividades de sua fábrica em Manaus suspensas entre 30 de março e 12 de abril, enquanto a Casa de Iwata suspenderá suas atividades fabris pelo período de 31 de março à 19 de abril, regressando às atividades no dia 20 do próximo mês.

Harley-Davidson: produção suspensa em Manaus até 12 de abril por causa do coronavírus
Fábrica da Harley em Manaus: atividades suspensas a partir de 30 de março (Divulgação)

Em comunicado oficial, a Harley-Davidson destaca que avalia, desde o final de janeiro, a situação do covid-19 no país, e toma medidas proativas visando a segurança de seus funcionários. A fabricante informa que continuará monitorando a situação de perto e fará ajustes adicionais conforme necessário, sempre atendendo às recomendações da OMS e das autoridades brasileiras.

Yamaha: atividades suspensas por causa do coronavírus
Yamaha: atividades suspensas em Manaus. Demais setores em home office (Renato Duraes)

Já a Yamaha informa ter tomado medidas como suspensão de viagens, adoção de home office e realização de reuniões por vídeoconferências, além do cancelamento de eventos e ações internas. Áreas essenciais com necessidades específicas poderão trabalhar em regime de plantão, sempre seguindo os procedimentos necessários para resguardar seus colaboradores e conter o coronavírus.

Veja também:
Coronavírus: Honda e BMW paralisam fábricas em Manaus
Cinco dicas de conteúdos gratuitos sobre motos
Editorial: conte conosco, motociclista. Mas cuide-se!