Card image
Notícias
Harley-Davidson começa a vender pela Amazon nos EUA

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 03/10/2018
  • Por: Carlos Bazela

Harley-Davidson, Amazon, roupas, vendas, marca, Heather Malenshek, acessórios, moto, números, motociclismo, Motociclismo Online, Revista Motociclismo

A Harley-Davidson é mais uma marca do segmento de motocicletas que resolveu se beneficiar das vendas online. E, para isso, escolheu a versão norte-americana da Amazon, um dos sites de comércio eletrônico mais famosos do mundo. Mas calma, ainda não dá pra comprar uma Fat Boy com apenas um clique. Por enquanto, o market place da marca de Milwaukee é focado em vestuário, tanto casual quanto roupas reforçadas para pilotar.

O ponto de venda também se encaixa em modais adotados pelo site, como a entrega em dois dias para os assinantes do serviço Amazon Prime. “Vivemos em um ambiente de negócios on demand, no qual o sucesso depende de atingir o consumidor a qualquer hora, em qualquer lugar e nos termos deles”, comenta Heather Malenshek, vice-presidente sênior de marketing e marca da Harley-Davidson.

Veja também:
Ducati revela Scrambler Hashtag para venda online
Grupo Nacar lança novo site de vendas online
Dafra vende maxi scooter pela Internet

“O alcance que a Amazon oferece é fundamental para construir relacionamentos mais fortes com os clientes, inspirar pessoas e criar uma experiência integrada de varejo online e nas concessionárias. Tudo isso leva a um crescimento nos lucros e ajuda a firmar uma marca mais forte”, comenta a executiva.

Harley-Davidson, Amazon, roupas, vendas, marca, Heather Malenshek, acessórios, moto, números, motociclismo, Motociclismo Online, Revista Motociclismo

Vender roupa é um negócio lucrativo para a Harley e não é de hoje. Para se ter ideia, a área de General Merchandise, da marca, que engloba os itens de vestuário feitos pela divisão Motor Clothes foi a única que teve crescimento em relação ao ano passado. De acordo com números divulgados em julho deste ano, o aumento foi de 8,9%, enquanto as vendas de motos caíram 4%. A loja da H-D na Amazon pode ser acessada aqui.

A loja online também ajuda a difundir a marca. “Este é um momento emocionante na incrível história da Harley-Davidson. Na Amazon, temos uma oportunidade de mostrar nossa marca, aumentar nosso alcance, relevância, ficar mais acessíveis e, finalmente, a oportunidade de trazer novos pilotos à nossa família Harley-Davidson”, finaliza Heather Malenshek.

Fotos: Adrian Hancu e reprodução

Conteúdo Recomendado

Comentários