Card image
Notícias
Harley-Davidson sai da Índia; linha Sportster deixa Europa

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 28/09/2020
  • Por: Willian Teixeira

A Harley-Davidson anunciou o fechamento de sua fábrica na Índia, localizada em Bawal, ao norte do país. A saída da marca norte-americana de um dos maiores mercados de motocicletas do mundo faz parte de seu plano de reestruturação, que prevê a concentração de suas forças na América do Norte, em alguns países da Europa e da Ásia.

Segundo a CNN, que citou dados de uma entidade local, mais de 17 milhões de motos foram vendidas na Índia em 2019. Em contrapartida, a Harley-Davidson comercializou somente 25 mil motocicletas desde 2010, ano do início de suas atividades no país.

Harley-Davidson sai da Índia; linha Sportster deixa Europa
Iron 883 (Divulgação)

Veja também:
Harley-Davidson busca motociclista para viajar pelo Brasil
Vespa Elettrica recebe menção honrosa em prêmio de design
Voltz EV1, mais mobilidade de scooter elétrico

Em comunicado, a marca reforça que manterá suas lojas abertas até o final dos contratos com os revendedores, mas as atividades em seus escritórios serão cada vez mais reduzidas, enquanto a produção em Bawal será fechada. Especula-se que a Casa de Milwaukee negocia um possível acordo de distribuição com a Hero Motorcorp, uma das maiores fabricantes da Índia.

Além da saída da Índia, a Harley-Davidson vai diminuir a oferta de motocicletas na Europa por causa das normas Euro5. Segundo a MOTOCICLISMO Itália, os modelos da linha Sportster serão descontinuados no Velho Continente por não atenderem a essa legislação e devido ao número de unidades vendidas, que vem diminuindo ano a ano.

Harley-Davidson sai da Índia; linha Sportster deixa Europa
Linha Sportster será descontinuada na Europa (Divulgação)

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas redes sociais!
– Instagram – Facebook – YouTube – Twitter

Como noticiamos anteriormente, a linha Sportster também deixa de ser oferecida aqui no Brasil em 2021 por conta das condições de câmbio e da volatilidade da moeda brasileira, segundo posicionamento da Harley-Davidson. As novas diretrizes da marca americana também resultaram no adiamento da Pan America para 2021 e no possível arquivamento da streetfighter Bronx.