Card image
Notícias
Harley-Davidson anuncia linha 2016 com reajuste

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 29/09/2015
  • Por: admin

<p>A Harley-Davidson apresentou na tarde desta terça-feira, 29, parte dos modelos que irão compor a linha 2016. As máquinas apresentadas fazem parte da família Dark Custom, um conceito que segundo a marca de Milwaukee, tem como foco o público jovem, já que os modelos desta família inspiram rebeldia e, ao mesmo tempo, atitude.</p>

<p><img alt="HD Iron 883, agora com novas suspensões para maior conforto e dirigibilidade" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/iron_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>Os destaques ficaram por conta da Iron 883 e da Forty Eight. Além de novos grafismos e o uso indiscriminado do acabamento preto no lugar do tradicional cromado, os modelos trazem novas rodas com design inédito, e, atendo ao pedido dos consumidores, novas suspensões. Além de uma completa recalibragem nos amortecedores dianteiros, a Iron 883 ganhou novos amortecedores pressurizados com nitrogênio cujas molas mais progressivas que tornam o funcionamento mais suave e uniforme.</p>

<p>Na Forty Eight, além dos traseiros, os amortecedores dianteiros também são inteiramente novos. Neles, o diâmetro passou de 39 para 49 mm, garantindo, além de uma maior resistência a impactos e torções, uma estética diferenciada. <span style="line-height: 1.6em;">As novas suspensões estão disponíveis também nos outros modelos da família Sportester, tornando os modelos de entrada da Harley-Davidson, mais estáveis e confortáveis.</span></p>

<p><img alt="A CVO Limited, que custava 124 mil, não sairá por menos de R$ 151.000,00 na versão 2016" height="467" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/hd-cvo-1_620x467.jpg" style="margin:0 auto; display:block;" width="620" /></p>

<p>Com as novidades apresentadas, também veio uma notícia desanimadora, mas esperada: o aumento médio de 25% nos modelos Harley-Davidson para linha 2016. Segundo a empresa, o motivo se dá a grande variação do câmbio do Dólar – moeda que rege as transações internacionais, que incluem a maior parte dos componentes dos modelos da marca – tornando o reajuste inevitável. Na coletiva de imprensa, a Harley fez questão de frisar que, embora o valor da moeda americana tenha quase dobrado de valor em pouco mais de uma ano, o repasse ao consumidor ficou bem abaixo disso.</p>

<p>A fábrica citou como exemplo, o valor da Iron 883. Nos estados Unidos, onde ela é fabricada, o modelo com as mesma configurações da motocicleta que é vendida no Brasil, custa 9.950 Dólares. Ao câmbio de R$ 4,00, ela custaria R$ 39.800,00. Aqui, mesmo com todos os impostos e custos de importação dos componentes, ela sai por R$ 34.900,00.</p>

<p><img alt="A linha V-Rod 2016 é a que receberá o maior reajuste, serão 33%" src="http://carroonline.terra.com.br//motociclismoonline/staticcontent/images/uploads/x_620x467.jpg" style="margin: 0px auto; display: block; width: 620px; height: 467px;" /></p>

<p>Dentre os modelos da Harley, os que sofreram maior reajuste são os que fazem parte da família V-Rod, com um aumento de 33%. A mais cara da Harleys, a CVO Limited, que custava 124 mil, na versão 2016 não sairá por menos de R$ 151 mil. <span style="line-height: 1.6em;">Em meio a má notícia, a marca de Milwaukee comunicou que os valores da linha 2015 permanecerão inalterados, o que deverá promover uma verdadeira corrida aos concessionários, afinal, comprar um motocicleta por 25% a menos do que custará em dois meses, é no mínimo um bom negócio.</span></p>

Conteúdo Recomendado

Comentários