Card image
Notícias
Marcas estudam padrão de baterias trocáveis para motos elétricas

2 Minutos de leitura

  • Publicado: 08/09/2020
  • Por: Willian Teixeira

Quatro gigantes japonesas trabalham em conjunto com a Universidade de Osaka no desenvolvimento de um sistema padrão para baterias que serão utilizadas em motocicletas elétricas.

Junto do órgão de ensino superior, Honda, Kawasaki, Suzuki e Yamaha estudam a criação de baterias intercambiáveis, que podem ser carregadas tanto na moto ou fora dela. E como o sistema será padronizado, os scooters elétricos das quatro marcas serão compatíveis com elas. Além disso, elas também poderão ficar nas estações de carregamento, de modo que o usuário pode deixar um dispositivo sem carga e pegar um novo carregado para uso imediato.

Empresas trabalham em sistema padrão de baterias
Baterias da scooter elétrica Benly, da Honda (Divulgação)

A parceria entre as montadoras e a universidade foi anunciada em 2019, e os primeiros testes vão começar nos próximos dias na própria Universidade de Osaka, onde alunos e professores vão utilizar motocicletas alimentadas pelos novos dispositivos, que ficarão espalhadas em estações distribuídas no campus e em lojas próximas da instituição.

Os testes devem durar aproximadamente um ano, e nesse período serão observadas a eficácia do sistema de “compartilhamento” via estações e a eficácia das baterias durante o uso.

Empresas trabalham em sistema padrão de baterias
Scooter elétrica Honda Benly (Divulgação)

Não foram divulgados detalhes ou características dessas baterias, mas especula-se que elas serão semelhantes ao sistema utilizado nas scooters elétricas da Honda, PCX e Benly.

Um sistema semelhante de baterias intercambiáveis já é utilizado em Taiwan: em parceria com a Gogoro, fabricante de scooters elétricos, a Yamaha utiliza baterias intercambiáveis na scooter EC-05. Quem também possui um modelo que utiliza tal sistema é a Kymco, na scooter 22Kymco.

Empresas trabalham em sistema padrão de baterias
Oferecida em Taiwan, scooter Yamaha EC-05 utiliza sistema de baterias intercambiáveis (Divulgação)

Acompanhe a MOTOCICLISMO também pelas redes sociais!
– Instagram – Facebook – YouTube – Twitter