Card image
Notícias
Em São Paulo, prefeitura aumenta veto de circulação para as motos

1 Minuto de leitura

  • Publicado: 22/04/2019
  • Por: Marcelo Barros

Na última quarta-feira, dia 17, os motociclistas brasileiros que vivem ou precisam passar pela capital paulista receberam uma notícia nada agradável. A prefeitura de São Paulo, com base em um plano de segurança viária, que visa reduzir os números de acidentes no trânsito, anunciou que a partir de maio, as motociclistas estão proibidas de circular na Marginal Pinheiros — oficialmente denominada como SP-015 —, com extensão de 22,5 km, no sentido da Rodovia Castello Branco e que também leva à Marginal Tietê.

Vale lembrar que na Marginal Tietê já existe a restrição para motos na via expressa nos dois sentidos. Além disso, nos trechos onde tem uma pista central, ela é vetada aos motociclistas das 22h00 até às 5h00. A meta do plano de segurança viária é reduzir o número de mortes no trânsito para três a cada 100 mil habitantes até 2028, prazo para o plano.

Veja também:
Testamos a Honda CG 160 Fan, a mais vendida do Brasil

Leia o teste com a Yamaha Lander ABS, agora ainda mais acertada
Coluna do Barros: Desculpe, mas não é culpa da moto!

No sentido da Marginal Pinheiros em que o veto começa agora em maio, os motociclistas já encontram avisos nas pontes para os motociclistas usarem a via lateral, a local. No sentido contrário, para Interlagos, praticamente todo o percurso da via não tem pista local. A prefeitura estuda criar essa pista para aplicar também a restrição para as motos. A previsão é 2020. Ou seja, no sentido Interlagos, aguardem um estreitamento das faixas com a criação dessa pista lateral, o que prejudica ainda mais o descolamento das motos.

Conteúdo Recomendado

Comentários